Conversa entre Amigas: Enfrente com maturidade os embates da vida

Enquanto se deixar dominar pelo medo de fracassar, a chance de virada será nula

Karla Precioso

Idade é relativo! Aumente a dose de vitamina D | <i>Crédito: Shutterstock
Idade é relativo! Aumente a dose de vitamina D | Crédito: Shutterstock
“Tenho quase 40 anos e ainda fico ansiosa com namoricos. Quando o rapaz some, fico mal, me sinto diminuída e incapaz por não manter uma relação duradoura. Acho que minha sina é o fracasso. O que fazer?”

S. G., por e-mail


Enfrente com maturidade os embates da vida. Enquanto se deixar dominar pelo medo de fracassar, a chance de virada será nula. Se o namoro não deu certo, a culpa não é de ninguém. Se a relação não engrenou é porque faltava algo para que os dois se sentissem
felizes. Erga a cabeça! Seja firme para encarar as desilusões, pois, querendo ou não, elas sempre vão acontecer – e independem do grau de relacionamento. Há casais que convivem há anos e, ainda assim, enfrentam momentos ruins. Na hora certa você vai encontrar alguém especial. Enquanto isso, mude o foco para que o desejo de ter alguém não se torne exagerado a ponto de fazê-la se sentir
assim... um fracasso.


Sua amiga, Karlinha

Envie sua pergunta para o e-mail anamaria@maisleitor.com.br (seu nome não será divulgado)

20/04/2017 - 10:00

Conecte-se

Revista Ana Maria