Crônica da Xênia: Ciclo cruel da nossa vida...

O passar dos anos exige cuidados que nem sempre as pessoas podem nos proporcionar

Xênia Bier

Crônica da Xênia: Ciclo cruel da nossa vida... | <i>Crédito: Shutterstock
Crônica da Xênia: Ciclo cruel da nossa vida... | Crédito: Shutterstock
Cara leitora, por conta de uma cirurgia de catarata, me aproximei de um problema que conhecia na teoria, mas não na prática. E, como diz o ditado: “Sei mais o que passa por mim”. Me assusta e me entristece a situação dos pais quando viram filhos. 
Ficam frágeis, inseguros e, no mais das vezes, doentes. E, se antes eram eles que decidiam tudo, agora passam a depender dos filhos... Que, neste alucinante mundo novo, não têm tempo para cuidar; pois já possuem sua família e precisam manter o emprego. 
E não está fácil, pois o mercado exige cada vez mais dos trabalhadores, que são triturados até virarem bagaços. Enquanto isso, os pais arrastam sua velhitude, sentindo-se um peso na vida dos filhos. E estes ficam cheios de culpa por não poderem dar atenção para os pais – que a essa altura já se ressentem por acreditarem que foram abandonados. Tudo tão triste... 
Mas até agora falamos de filhos responsáveis. Só que existem aqueles “vampiros”, que sugam os pais até a última gota. Se os filhos ocupados labutam a sua vida, os vampiros só querem o lado festa. E, com isso, acabam colocando os pais em situação financeira pesada. Não vacilam em jogá-los na roda dos consignados, onde eles irão perder até aquela casinha que conseguiram com tanta dificuldade...

28/12/2016 - 16:00

Conecte-se

Revista Ana Maria