Crônica da Xênia: Diga não à volta da ditadura!

Em tempos de fragilidade política, é preciso cautela e esperança quanto ao futuro do país

Xênia Bier

Crônica da Xênia: Diga não à volta da ditadura! | <i>Crédito: iStock
Crônica da Xênia: Diga não à volta da ditadura! | Crédito: iStock
Sinto, mas não dá pra falar de flores. Os tempos não estão para isso – mesmo em uma revista suave como AnaMaria. Sou velha. São 81 anos na estrada da vida. Era menina quando via meu pai ficar roxo de raiva contra a ditadura de Getúlio Vargas. E, claro, não entendia nada. Cresci com essa palavra dentro de mim, quieta. Mas sentia que um dia entenderia que diabo era aquilo. Adulta, ela me foi apresentada. Um golpe de estado e o Brasil caiu nas garras da... ditadura! Entendi o ódio de meu pai. Me assusta, hoje, poucas pessoas saberem o que o Brasil passou. Quantos morreram, foram torturados e tiveram seu corpo desaparecido! Ditadura é o sistema político no qual você perde todos os seus direitos. Eleições são banidas, o Congresso é fechado e você anda em companhia da morte. Esse nosso Congresso atual não presta? É melhor com ele do que sem ele. Me assusta muito o rumo que as coisas estão tomando. Me sinto na obrigação de alertá- la, para não se deixar enganar nesse momento difícil que o Brasil está passando. E nem acreditar em oportunistas que pregam pela internet e nos protestos de rua a volta da ditadura. Acredite em mim, já vi esse filme: ele não tem graça. Ele é um terror! Sim, concordo, nosso país está uma vergonha. Uma quadrilha de colarinho branco da mais baixa categoria se apossou do Brasil. Não podemos ignorar de forma alguma. Temos que nos unir, nos informar, sair para as ruas sem violência. E gritar a plenos pulmões: ditadura nunca mais!

“Ditadura é o sistema político no qual você perde todos os seus direitos. Eleições são banidas, o Congresso é fechado...”

11/08/2017 - 10:00

Conecte-se

Revista Ana Maria