"Xixi, no tapetinho!"

Você não precisa bater, gritar nem afundar o focinho do seu cachorro para ensiná-lo a fazer as necessidades no lugar certo...

Júlia Arbex

Crédito: Shutterstock" title=""Xixi, no tapetinho!" | Crédito: Shutterstock">
"Xixi, no tapetinho!" | Crédito: Shutterstock
Com muito carinho, paciência e dedicação é possível, sim, ensinar seu cãozinho que o tapete, o sofá e o piso da cozinha não são lugares para ele fazer xixi e cocô. Porém, o veterinário do pet shop Animal Place, em São Paulo, Jorge Morais, diz que o filhote só aprende a fazer suas necessidades no lugar certo quando o dono entende algumas coisas. “Normalmente, os cães não defecam ou urinam onde dormem e nem onde comem. Por isso, coloque a caminha e a vasilha da ração e da água distantes do tapete higiênico”, explica ele. A seguir, veja outros quatro passos simples para te ajudar na missão. Em três meses, seu amigão estará fazendo o que precisa no lugar apropriado! E lembre-se de fazer tudo com muita paciência. Nervosismo não faz bem a ninguém!


Regrinhas fundamentais

Quanto mais cedo, melhor: é mais fácil ensinar o cachorro quando é filhote porque ele ainda não tem manias. Por isso, a primeira coisa que você deve fazer quando o bichinho colocar as patinhas em casa é mostrar onde será o cantinho dele. No entanto, não ache
que só porque tem um pedaço de jornal ou tapete higiênico num espaço o animal vai associar que é lá que ele deve fazer as necessidades. É preciso ficar por perto nas primeiras vezes que ele for fazer xixi e cocô, até mesmo para evitar que ele ande ao fazer as necessidades.


Recompensas: não é surpresa que os cães amam ser elogiados, principalmente se o carinho vier do dono. “Então, mostre que ficou
contente. Sua atitude positiva será um estímulo para o pet continuar fazendo xixi e cocô no lugar certo”, diz Morais. Pode ser verbalmente ou com algum petisco.


O lugar certo: mesmo que você e seu companheiro deem várias voltinhas por dia, é necessário que ele tenha um lugar para fazer as necessidades dentro de casa. “Às vezes, pode estar caindo o maior temporal e você não consegue sair com ele naquela hora de
costume. E, quando eles seguram o xixi e o cocô por muito tempo, sua saúde pode ser afetada, ocasionando problemas como infecção urinária.


Higiene: assim como nós, os animais também gostam de ficar em lugares bem-cuidados. Por conta disso, mantenha o espaço
sempre limpo!



Acidentes acontecem!

Viu seu cachorro todo tranquilão, fazendo as necessidades no lugar errado? Respire fundo e mantenha a calma. Não grite, não diga
“não” repetidas vezes, não aponte o dedo e nunca (nunca mesmo) bata ou enfie o focinho dele na urina ou no cocô. De acordo com
o veterinário, além de ele não entender o que você está querendo dizer, essas atitudes certamente vão deixá-lo com medo, bravo e relutante para fazer as necessidades novamente. “Quando o cachorro faz xixi ou cocô no lugar errado é porque ele quer chamar
a atenção do dono. Quando acontecer algum acidente, coloque-o no tapetinho, diga que é ali o lugar certo e volte para limpar a sujeira sem que ele veja”, orienta Morais. Além disso, vale também ficar de olho no comportamento do seu bicho para saber se ele vai fazer alguma coisa. Geralmente, o cão cheira o chão antes de urinar e gira antes de fazer cocô.


E se ele já for adulto?

Se os hábitos higiênicos do seu cachorro adulto já estiverem estabelecidos – ele faz só na rua ou em qualquer lugar que estiver –, o ideal é limitar o espaço dele  em, no máximo, dois lugares da casa. Para ajudar na adaptação do novo espaço, o especialista
recomenda contar com a ajuda de terapeutas comportamentais de cães. Dá certo!


Jornal ou tapetinho?

Morais recomenda o uso de tapete higiênico porque absorve rápido o xixi, minimiza o cheiro de urina, não deixa o cheiro infestar a casa e também evita que as patinhas do cachorro fiquem molhadas. Além disso, a maioria deles têm adesivos para prender no piso sem danificá-lo. E dá para utilizar por várias urinas, você só precisa trocar uma vez por dia. Mesmo assim prefere jornal? Aí fique de olho e troque sempre que rolar um xixi!

28/12/2016 - 14:00

Conecte-se

Revista Ana Maria