7 óleos essenciais vão salvar seu cabelo

A bióloga e aromaterapeuta Vishwa Schoppan ensina como usar esses produtos extraídos da natureza para combater a oleosidade dos fios, a queda...

Ana Bardella

7 óleos essenciais vão salvar seu cabelo | <i>Crédito: iStock
7 óleos essenciais vão salvar seu cabelo | Crédito: iStock
1. Alecrim antioleosidade
Com ação antisséptica, é indicado para quem sofre com a perda do cabelo, sente que os fios crescem muito lentamente ou se incomoda com a oleosidade da raiz. As moléculas do alecrim ajudam a controlar a produção de sebo no couro cabeludo (e, quando ela está acontecendo de maneira exagerada, além do aspecto “sujo”, os poros da região ficam mais fechados do que o normal, impedindo o crescimento). Esse efeito também pode causar caspa – outro problema que o óleo ajuda a resolver.

Modo de usar: como os óleos essenciais são muito concentrados, a utilização é diferente dos produtos tradicionais para cabelo. Pingue quatro gotas diretamente sobre o couro cabeludo, cada uma delas em local diferente da cabeça (na frente, atrás e dos lados). Depois,
faça uma massagem com a ponta dos dedos, friccionando a região. Assim, suas propriedades são absorvidas com mais rapidez, indo direto para a corrente sanguínea. Faça o procedimento durante o dia. Deixe agir por duas horas e lave normalmente.

2. Lavanda contra queda
A palavra-chave dessa planta é “equilíbrio”, por isso é indicada para todos os tipos de cabelo. Já reparou que depois de traumas, doenças e separações as pessoas perdem mais fios do que de costume? Por ter efeito rexalante, esse óleo diminui a queda causada
pelo estresse – sem contar o cheiro delicioso que deixa nos fios. De lambuja, a lavanda ainda tem o poder de melhorar o sistema endócrino e ajudar a regular os hormônios do corpo.

Modo de usar: pingue quatro gotas diretamente no couro cabeludo (como na instrução anterior) e massageie com a ponta dos dedos. Faça o procedimento antes de dormir para garantir uma boa noite de sono.

3. Cedro vence o ressecamento
Mais viscoso do que os demais óleos, esse é indicado especialmente para quem sofre com fios secos. O cedro ajuda a hidratar as madeixas, deixando-as mais superbrilhantes e cheias de vida.

Modo de usar: diferentemente das outras versões, não deve ser passado diretamente no couro cabeludo. Pingue quatro gotas na palma da mão, friccione a pele e somente depois passe sob as pontas.

4. Manjerona recupera o brilho e maciez
Sabe quando você volta das férias, mais relaxada, e seu cabelo fica com aquele aspecto brilhante e sedoso? Se essa é a sua intenção, pode apostar na manjerona! Parecida com a lavanda, ela tem o poder de tranquilizar o sistema nervoso, ajudando a
fortalecer os fios.

Modo de usar: pingue quatro gotas diretamente no couro cabeludo (uma em cada extremidade da cabeça) e massageie com a ponta dos dedos para a absorção. Faça isso antes de dormir.

5. Louro favorece o efeito da tinta
Com uma estrutura molecular única, esse óleo é indicado para quem costuma pintar o cabelo. Isso porque, ao realizar o procedimento de mudança da coloração, algumas substâncias tóxicas ficam “grudadas” na raiz. O louro tem ação desintoxicante,
que desobstrui os poros, deixando-os mais limpos. Além disso, estimula a circulação do sangue, facilitando o crescimento dos fios.

Modo de usar: pingue quatro gotas diretamente no couro cabeludo (uma em cada extremidade da cabeça) e massageie com a ponta dos dedos para que seja absorvido. Faça o procedimento durante o dia. Deixe agir por duas horas e, depois, lave normalmente.

6. Ilangueilangue derrota o aspeco “sujo”
Assim como o alecrim, é indicado para quem sofre com a oleosidade, pois ele ajuda a normalizar a ação das glândulas sebáceas.

Modo de usar:
se a intenção for diminuir o aspecto oleoso, pingue quatro gotas em partes diferentes da raiz, massageando o couro cabeludo. Deixe agir por duas horas e enxágue. Já se quiser apenas aproveitar o aroma do óleo (considerado afrodisíaco), pingue as mesmas quatro
gotas na mão, friccione entre as duas palmas e passe nas pontas.

7. Hortelã combate a seborreia
Alguma vez você já sofreu com aquela caspa que descama o couro cabelo e chega até a dar coceira? Aposte na versão desse óleo
para aliviar esse tipo de problema, ok?

Modo de usar: depois de lavar o cabelo normalmente, aplique quatro gotas em partes diferentes da raiz, massageando o couro cabeludo. Após a aplicação, não é necessário enxaguar os fios.

Sentiu arder ou coçar?
Suspenda o uso do óleo e lave a região com água corrente. Se estiver grávida, converse com seu médico antes de fazer qualquer aplicação.

11/10/2017 - 14:00

Conecte-se

Revista Ana Maria