A hora certa de trocar a escova de dente

O descarte após uma gripe ou outra doença causada por vírus ou bactérias acaba evitando uma nova infecção

A hora certa de trocar a escova de dente | <i>Crédito: Shutterstock
A hora certa de trocar a escova de dente | Crédito: Shutterstock
“Depois que sarei de uma gripe meu médico disse para eu trocar a escova de dente. Não entendi a recomendação.”

Seu médico está certo. Esta atitude deixa vírus e bactérias bem longe do nosso organismo. É que as cerdas da escova acabam sendo o habitat ideal para proliferação de fungos e bactérias, já que estão sempre úmidas. Então, o descarte após uma gripe ou outra doença
causada por vírus ou bactérias acaba evitando uma nova infecção. O risco, neste caso, começa quando os germes que fazem parte da nossa flora bucal formam grandes colônias na escova. Essa proliferação pode fazer com que você fique doente novamente ou, pior, pode atingir um membro da sua família, caso as escovas dentais sejam guardadas juntas, num mesmo copo, por exemplo.

Fonte: Heloísa Crisóstomo, presidente da Associação Brasileira de Odontologia do Distrito Federal e dentista da clínica Dental Concept.

10/10/2017 - 10:00

Conecte-se

Revista Ana Maria