Rico em nutrientes e minerais, peixe traz vários benefícios ao corpo

Conheça outras vantagens de incluir o pescado no cardápio do dia a dia

sábado 20 abril, 2019
Coloque o peixe no cardápio
Coloque o peixe no cardápio Foto:Shutterstock

O peixe deveria estar sempre em nosso cardápio. Pra começar, ele é tão rico em proteínas quanto a carne bovina. Portanto, substituí-la pelo menos duas vezes por semana pelo
pescado significa fornecer ao organismo o mesmo valor nutritivo. 

Além disso, tem grande quantidade de minerais e vitaminas, além do conhecido e bem falado ômega 3. 

Veja mais

O que isso significa? Que o alimento controla a pressão, diminui o risco de doenças cardíacas, aterosclerose e reduz o nível de colesterol e triglicérides. 

Não à toa, diante de muitas culturas gastronômicas ao redor do mundo e segundo o levantamento Hábitos alimentares dos brasileiros – preferências, dietas e tendências de consumo, alguns tipos estão entre os queridinhos: salmão (50%), atum (27%), sardinha (19%) e cavalinha (4%). 

Escolhas acertadíssimas, já que, segundo a nutricionista Juliana Tomandl, “consumir peixe regularmente traz várias vantagens, graças às propriedades essenciais que garantem o bom funcionamento do organismo, especialmente o coração e o cérebro”. 

Conheça outras vantagens de incluir o pescado no cardápio do dia a dia.

VITAMINA A
Protege olhos, cabelos e pele. Previne problemas cardíacos e fortalece o sistema imunológico e os órgãos reprodutivos.

FÓSFORO
Também é responsável pela boa formação dentária e óssea. Além disso, é importante para o funcionamento dos rins e fornece mais energia ao corpo.

CÁLCIO
Deixa os ossos e os dentes fortes, evitando a osteoporose e o raquitismo. Também ajuda a manter os batimentos do coração regulares, além de auxiliar o sistema nervoso a trabalhar melhor.

SELÊNIO
Um antioxidante que previne o envelhecimento precoce e o amadurecimento celular (isso ajuda a afastar os riscos de tumores). Também alivia os desconfortos menstruais.

MAGNÉSIO,
Também conhecido como mineral antiestresse, é essencial para os nervos e os músculos. A sua escassez no corpo resulta em cansaço e falta de energia.

MEMÓRIA TURBINADA
Juliana Tomandl reforça a importância do consumo frequente de pescados, especialmente no que tange à memória: “A alta taxa de ômega 3 que os peixes carregam melhora a capacidade de aprendizagem e leitura e ajuda a acelerar as respostas cerebrais. 

Ainda preserva a audição e ajuda até mesmo na perda de peso. Em contrapartida, a falta do nutriente pode causar desatenção e dificuldade no aprendizado”, explica a especialista. O nutriente traz mais vantagens:

  • O consumo de peixe nunca foi tão alto como nos últimos anos. Segundo a Peixe BR (Associação Brasileira de Piscicultura), o brasileiro come por ano, aproximadamente, 10 quilos da proteína. 
  • A procura é crescente, mas ainda muito abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, que é de 20 quilos.
     
Karla Precioso
Leia Mais:

Assine a Revista Digital

Bate Bola na Cozinha

BEM-ESTAR

  1. 1 ''Meu filho usa bombinha para asma. Faz mal para o coração?''
  2. 2 Saiba tudo sobre o Parkinson, o distúrbio que surge pela morte dos neurônios
  3. 3 Conheça as 12 orientações europeias que previnem todo tipo de câncer
  4. 4 Maracujá: superalimento muito além de um calmante natural
  5. 5 Comer demais (ou de menos) pode ser um grave problema