Alimentos poderosos contra a celulite

Se a ideia é acabar com os furinhos das pernas e bumbum, o melhor é investir em um cardápio 3 em 1: termogênico, anti-inflamatório e que ajude o corpo a eliminar o excesso de líquido

Ana Bardella

Alimentos poderosos contra a celulite | <i>Crédito: iStock
Alimentos poderosos contra a celulite | Crédito: iStock

Muita gente nem se incomoda mais com elas: afinal, é praticamente impossível conhecer uma mulher sem celulite. No entanto, o que algumas pessoas não sabem é que esse efeito de “casca de laranja” pode ser um sinal de que a sua alimentação (ou hidratação) não anda muito bem. “A celulite é causada pelo excesso de gordura, que gera uma inflamação do tecido adiposo”, explica Gabriella Alves, nutricionista da Corpometria. Não à toa, elas costumam aparecer nos locais com mais gordura no corpo, como o bumbum ou as coxas. Abusar de alimentos gordurosos contribui para o aparecimento do problema. E ele é gradativo: começa leve e pode evoluir. Então, o melhor é cuidar para que elas não fiquem mais profundas e difíceis de tratar.

Os vilões
Tanto os carboidratos simples (como a farinha branca) quanto o açúcar facilitam a produção de gordura. Logo, um cardápio cheio dessas delícias contribui para o desenvolvimento do problema. Os industrializados também são vilões. Por serem ricos em sódio, dificultam a
eliminação de líquidos. Quando nosso organismo retém líquido, podemos ficar mais inchadas. Como efeito desse acúmulo, aparecem alguns “furinhos” sobre a pele, que ficam mais visíveis ao apertarmos a região. Por serem resolvidos facilmente, não são considerados celulites, mas são um sinal do corpo pedindo mudança!

Cardápio 3 em 1
Para amenizar as celulites, é preciso investir em alimentos com três diferentes funções:

Termogênicos
Canela, gengibre, pimenta, café... Esses alimentos ajudam a acelerar o metabolismo e por isso ajudam na eliminação da massa de gordura, principalmente se você tiver uma alimentação balanceada.

Anti-inflamatórios
Como a celulite é causada pela inflamação dos tecidos adiposos, consumir alimentos anti-inflamatórios é uma ótima estratégia! Peixes, grãos integrais e azeite de oliva extravirgem devem estar no seu cardápio.

Diuréticos
Para evitar a retenção de líquidos, invista em frutas como melão e melancia, além de água de coco e chás, como o de hibisco e o de cavalinha. Aumente a ingestão de potássio: feijão, ervilha, vegetais verdes-escuros (como couve, brócolis e espinafre).

Hidratação adequada
A recomendação da nutricionista é de que cada pessoa tome, pelo menos, 35 ml de líquidos para cada kg do corpo diariamente. Na prática, se você pesa 60 kg, deve ingerir no mínimo 2,1 litros de água, chás ou sucos ao longo do dia. Evite os refrigerantes, mesmo as versões zero açúcar, pois eles contêm altas quantidades de sódio e compostos químicos, que fazem mal. “Outra maneira de perceber se o corpo está ou não desidratado é observando a coloração da urina. Se ela estiver transparente, é sinal de que a ingestão de água está suficiente.
Está amarelo intenso? É preciso aumentar o consumo”, completa.

Suco verde poderoso!
Ingredientes
 200 ml de chá-verde
 200 ml de água
 3 fatias de abacaxi
 1 colher (chá) de gengibre
 1 folha de couve ou 10 folhas de espinafre

Bata tudo no liquidificador pelo tempo necessário até que a mistura adquira uma textura líquida. Beba sem coar para não perder as fibras da receita, que ajudam no funcionamento do intestino.

Para incluir no dia a dia!

Café da manhã
 2 fatias de pão integral
 1 colher (sobremesa) de pasta de grão-de-bico
 1 ovo mexido
 1 xícara (chá) de café preto ou chá sem açúcar

Lanche
 1 fatia de melão
 1 colher (sopa) de chia

Almoço
 Salada verde à vontade
 1 colher (sopa) de gergelim
 1 colher (sopa) de azeite de oliva extravirgem
 1 filé de tilápia grelhado
 1 colher (servir) de arroz integral
 1 concha de feijão
 1 colher (servir) de espinafre cozido

Lanche
 1 laranja com bagaço
 1 colher (sopa) de linhaça dourada

Jantar
 3 conchas de sopa preparada com aipo, alho-poró, abobrinha, chuchu, salsão e peito de frango 

Ceia
 1 xícara (chá) de chá de gengibre sem açúcar
 4 castanhas-do-pará

11/01/2018 - 14:00

Conecte-se

Revista Ana Maria