Farinha de pipoca, a nova queridinha do momento

Bem menos calórica que outras farinhas, a de pipoca virou uma alternativa para receitas fáceis, leves e gostosas!

Júlia Arbex

Farinha de pipoca, a nova queridinha do momento | <i>Crédito: Istock
Farinha de pipoca, a nova queridinha do momento | Crédito: Istock

Dados recentes do Ministério da Saúde indicam que, em dez anos, a população obesa no Brasil passou de 11,8% em 2006 para 18,9% em 2016. Migrar para uma vida mais saudável (e gostosa) é mais que necessário. A novidade é uma farinha de pipoca que ajuda a perder peso e mantê-lo. A criadora da marca Pipoca de Colher, que investe nesses produtos no Brasil, contou-nos mais sobre o ingrediente.

O que é farinha de pipoca?

“É uma farinha feita à base do milho de pipoca já estourado e triturado. É uma farinha branca, fina e muito leve. Além disso, ela não tem glúten, tem um índice glicêmico de médio a baixo, é rica em fibras e antioxidantes e tem pouquíssimas calorias”, explica a criadora da marca Sabrina Schmidt.

Quais são as diferenças entre ela e a de trigo?

“A farinha de trigo branca é uma farinha com glúten, com bastante caloria e que, ao ser processada, perde nutrientes. Apesar de a farinha de trigo integral ainda ter seus nutrientes intactos após a moagem, ela é altamente calórica. Já a farinha de pipoca tem poucas calorias e é rica em fibras, antioxidantes e proteínas.”

Como usá-la nas receitas

- Quando a receita tiver algum tipo de gordura, como óleo, manteiga ou margarina, tente tirar toda a porção ou grande parte dela. No caso de bolos, tiramos toda a gordura e, mesmo assim, o bolo fica fofinho e molhadinho.

- Em alguns bolos, massas e tortas, você deverá dobrar ou triplicar a quantidade de farinha de pipoca. A farinha de trigo é dez vezes mais calórica em volume que a de pipoca.

- Não frite os empanados. Essa farinha reage melhor no forno.

 

 

05/07/2018 - 13:24

Conecte-se

Revista Ana Maria