Você no azul: O que é cadastro positivo?

Conheça as vantagens

Marcela Kawauti

Você no azul: O que é cadastro positivo? | <i>Crédito: iStock
Você no azul: O que é cadastro positivo? | Crédito: iStock

"Como fazer parte do cadastro positivo? É realmente benéfico para o consumidor?”
I. O., por e-mail

Olá! O cadastro positivo é um banco de dados que guarda o histórico de pagamentos do consumidor. O objetivo é dar informações aos comerciantes e bancos no momento da concessão de crédito ou de uma venda a prazo. A vantagem é que o consumidor constrói um histórico que mostra todos os pagamentos feitos. São incluídas, por exemplo, informações de financiamentos, empréstimos, compras a prazo, pagamentos de contas básicas como água e luz, assistência médica, escolas etc. O concedente de crédito tem muitas informações importantes que vão além de o nome não estar sujo, o que possibilita a concessão de crédito com menos burocracia e com taxas de juros mais baixas. E mesmo que o consumidor tenha tido algum tipo de pendência em atraso, o cadastro positivo também é vantajoso. Imagine o seguinte exemplo: você esqueceu de pagar uma conta de luz e fica com o nome “sujo”. Apesar de ter pago as outras contas (água, telefone, cartão de crédito, parcela do carro), você fica com o nome “sujo” até que você consiga resolver essa pendência. Na consulta ao cadastro, o concedente de crédito vai ver a conta que você não pagou, mas vai ver também que há um número bem maior de contas em dia. A conclusão é que aquela é uma situação específica e que não se trata de alguém sem condições de honrar as dívidas. Esses benefícios serão sentidos assim que a população iniciar a abertura do cadastro positivo em massa para que o mercado possa efetuar análises. Aí dá pra saber qual a probabilidade de pagamento e diferenciação de um bom pagador e de outros. Por isso, não deixe de fazer o seu cadastro. Basta procurar um birô de proteção ao crédito, fazer o cadastro pela internet ou via correios.

Vale a pena aderir agora ou espero?

Alguns consumidores têm preferido esperar até que o cadastro positivo esteja sendo usado efetivamente antes de fazer a adesão. Mas vale
lembrar que é um histórico da vida financeira do consumidor a partir do momento do cadastro. Sendo assim, o melhor é aderir o quanto antes. Assim, quando começar a gerar benefícios, você já terá um longo histórico e poderá ter as vantagens potencializadas.

E o meu sigilo bancário?
A informação usada é limitada aos pagamentos. Não há possibilidade de serem divulgadas informações sigilosas como o saldo da conta ou o quanto você ganha. Além disso, as informações serão compartilhadas somente para transações comerciais como a concessão de crédito em um banco ou a venda a prazo em uma loja.

Marcela Kawauti é formada em economia pela USP e tem mestrado da FGV. Com mais de dez anos de experiência, é economista-chefe do SPC Brasil e colaboradora do portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz.

Envie suas perguntas para Marcela Kawauti pelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br

04/12/2017 - 16:00

Conecte-se

Revista Ana Maria