Você no azul: Vale a pena antecipar o 13º?

Essa antecipação equivale à metade do seu salário e, para recebê-la, basta comunicar à área de Recursos Humanos da sua empresa até janeiro do ano das férias

Marcela Kawauti

Você no azul: Vale a pena antecipar o 13º? | <i>Crédito: Shutterstock
Você no azul: Vale a pena antecipar o 13º? | Crédito: Shutterstock
"Quando tiro férias, a empresa me dá a opção de receber antecipadamente a primeira parcela do 13° salário. Aceito?"

T. T., por e-mail

A possibilidade de receber a primeira parcela do 13º salário nas férias é um direito do trabalhador garantido por lei. Essa antecipação equivale à metade do seu salário e, para recebê-la, basta comunicar à área de Recursos Humanos da sua empresa até janeiro do ano das férias. A segunda parcela, depositada até 20 de dezembro de cada ano, equivale à outra metade, descontados INSS e imposto de renda. Há vantagens em antecipar o 13º nas férias. Em primeiro lugar, você pode precisar do valor para os gastos costumeiros do período de folga, como viagens e passeios. Com o dinheiro na mão, você não se endividará para aproveitar os momentos de descanso. Lembre-se: mesmo que pague tudo parcelado ou no cartão de crédito e os gastos pareçam caber no orçamento, é sempre melhor resolver à vista. Assim, dá para tentar um bom desconto, evitando juros e eventuais dores de cabeça na volta do descanso Ah, você não vai viajar nas férias? Ainda assim é interessante receber o adiantamento. Uma possibilidade é deixar o dinheiro aplicado e, em troca, ganhar um rendimento sobre o valor depositado. Quer ver um exemplo? Se receber em junho uma antecipação do 13º salário equivalente a R$ 1 mil e deixar aplicado, terá ganhado quase R$ 50 até o mês de dezembro. Essa será a sua recompensa por ter antecipado o valor e ser disciplinada o suficiente para guardar o dinheiro no banco. Parece pouco? Pode até ser quando olhado de
forma isolada, mas imagine só o quanto esse valor somaria ao longo de toda a sua vida profissional!


Gastos de janeiro
Todo início de ano é a mesma coisa: um montão de contas – impostos, matrícula das crianças, presentes de Natal... – bate à nossa porta. Apesar de saber disso, pouca gente se prepara e acaba se arrependendo. Que tal guardar o adiantamento do 13º salário para usar no pagamento desses gastos concentrados no primeiro semestre? Assim, você não corre o risco de já começar 2017 no sufoco financeiro.


Mas já é Natal???
Quando falamos em 13º, logo vem à cabeça a data comemorativa mais importante do ano: o Natal. Pode parecer que estamos nos
antecipando, mas a dica é quente. Aproveite que ainda está longe e comece a comprar os presentes. Assim você não se estressa na
última semana. Além disso, quando a compra é feita com calma, é mais fácil encontrar um bom negócio.


Marcela Kawauti é formada em economia pela USP e tem mestrado da FGV. Com mais de dez anos de experiência, é economista-chefe do SPC Brasil e colaboradora do portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz.


Envie suas perguntas para Marcela Kawautipelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br

26/10/2016 - 10:00

Conecte-se

Revista Ana Maria