O adolescente e seu humor inconstante

Apesar de a irritabilidade ser um traço comum entre adolescentes, é preciso ficar atento. Quando o jovem apresenta mau humor constante e sem razão aparente, os transtornos de humor podem ser início da depressão

Deborah Moss

O adolescente e seu humor inconstante | <i>Crédito: iStock
O adolescente e seu humor inconstante | Crédito: iStock

"Como devo lidar com as alterações de humor dos adolescentes?
R. R., por e-mail

Entender que isso faz parte da fase, principalmente devido às mudanças hormonais próprias da puberdade, já é um primeiro passo. No entanto, apesar de ser normal, não significa deixar o adolescente extravasar sem limites. Nas relações sociais, nem todo mundo é tolerante aos rompantes de agressividade ou acessos de choro, como o pai e a mãe. Ajudar o seu filho a encontrar modos de se controlar e meios positivos de expressar sentimentos pode ser um caminho de passar por essa fase sem grandes turbulências nas relações familiares e no meio social. Caso essas alterações de humor gerem sofrimento extremo ou prejuízos em sua vida, provocando impacto negativo no
rendimento escolar, ou transtornos nas relações com seus pares ou familiares, vale buscar ajuda de um profissional para que seja dado o suporte adequado, tanto ao jovem quanto aos pais. Em outros casos, promover atividades que possam ajudá-lo de modo criativo e dinâmico a se conhecer, entender os seus limites e contribuir no aumento de sua autoestima, como teatro, dança, artes, coral, esporte etc. Essas são maneiras construtivas de ajudar o jovem a lidar, em grupo e de uma maneira mais direcionada, com as mudanças tão abruptas e significativas desta fase da vida. Não é fácil para os adultos, mas para eles é ainda mais complicado. Tente lembrar de quando você era jovem e como isso era angustiante. Enquanto pais, o papel principal é acolher, conter, proteger, dialogar e delimitar esse mundo novo que é a adolescência, dando o suporte necessário para que todos consigam lidar com o turbilhão de mudanças próprias desta fase e deixar claro para os seus filhos que vocês estão juntos nesta montanha-russa... nos altos e baixos da vida.

Um show de hormônios, mas tem mais!
Não dá só para culpar os hormônios como o único responsável pelas oscilações de humor do adolescente. Nessa fase ocorrem alterações
psicológicas e fisiológicas, que refletem em seu comportamento. Além disso, no cérebro tem uma parte chamada córtex pré-frontal, que é responsável também pela inibição e controle dos impulsos e emoções. No início da adolescência esta parte ainda não está completa e durante este período da vida ela vai amadurecer. Pela dificuldade em controlar os impulsos, processar e expressar as emoções é que a
oscilação de humor é tão forte.

DEBORAH MOSS: Neuropsicóloga especialista em comportamento e desenvolvimento infantil e mestre em psicologia do desenvolvimento pela Universidade de São Paulo (USP). Consultora do sono certificada pelo International Maternity and Parenting Institute, no Canadá.

Envie suas perguntas para dra. Deborah Moss pelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br

05/01/2018 - 16:00

Conecte-se

Revista Ana Maria