Crianças e profissionais de saúde devem atualizar vacinação - Tomaz Silva/Agência Brasil
Saúde

Campanha de vacinação contra gripe e sarampo tem dia D neste sábado

Crianças e profissionais de saúde devem atualizar vacinação

Por Karine Melo - Repórter da Agência Brasil - Brasília Publicado em 30/04/2022, às 11h07

Postos de Saúde em todo o país estarão abertos neste sábado (30), no dia D de mobilização nacional contra a gripe e o sarampo. A inciativa marca o fim da primeira etapa da campanha de vacinação, que teve como alvo idosos acima de 60 anos e trabalhadores de saúde. Os profissionais também foram chamados a atualizar a carteira de vacinação, caso não tenham tomado o imunizante contra o sarampo.

O dia D também vai marcar o início da vacinação de crianças de 6 meses a menores de 5 anos contra as duas doenças. Pelo calendário oficial do Ministério da Saúde, na segunda etapa, nos dias 2 de maio e 3 de junho, além do público infantil, gestantes e puérperas, povos indígenas, professores da rede ensino pública e privada, pessoas com comorbidades e outros também devem se vacinar.

A meta do Ministério da Saúde é imunizar cerca de 76,5 milhões de pessoas até o dia 3 de junho, data prevista para encerramento da campanha. O objetivo é prevenir o surgimento de complicações decorrentes das doenças, para evitar novos óbitos e possível pressão sobre o sistema de saúde. Ao todo, o governo federal enviou mais de 80 milhões de doses do imunizante da gripe aos estados e ao Distrito Federal para a vacinação.

CAMPANHA

O objetivo da campanha é prevenir o surgimento de complicações decorrentes das doenças, para evitar novos óbitos e possível pressão sobre o sistema de saúde. “É muito importante que todos os brasileiros que fazem parte dos grupos prioritários procurem um posto de vacinação. No ano passado, tivemos um surto em várias regiões do país por conta da cepa H3N2. A vacina deste ano já protege contra essa e as cepas passadas. Precisamos combater as doenças. A vacinação vai impedir a proliferação dos vírus e evitar que tenhamos maior pressão sobre o sistema de saúde”, disse o ministro Marcelo Queiroga, à época do lançamento da campanha.

Saiba as etapas da campanha e quais públicos serão atendidos:

1ª etapa - de 04/04 a 30/04

2ª etapa - de 02/05 a 03/06

Leia também

Vereador Gabriel Monteiro vira réu por assédio sexual a ex-assessora


Justiça Eleitoral convoca mesários que vão trabalhar nas eleições


Jovem de 20 anos desiste de 6 transplantes e planeja morte assistida: “Fim para o sofrimento”


Estudo, foco e planejamento: 10 dicas para conquistar um cargo público


Monark defende Leo Lins após humorista ser demitido do SBT


Vereador bolsonarista expõe aluna trans menor de idade em banheiro de escola