‘A Fazenda 13’: patrocinadores do programa exigem a expulsão de Nego do Borel

Participante foi acusado de assédio e estupro na última sexta (24)

Da Redação Publicado sábado 25 setembro, 2021

Participante foi acusado de assédio e estupro na última sexta (24)
Record TV afirmou que ainda está analisando o episódio - Record TV

As hashtags ‘Estupro na Fazenda’ e ‘Record expulsão já’ entraram para os assuntos mais comentados do Twitter após o comportamento de Nego do Borel ao final da festa da última sexta-feira (24). Horas mais tarde, foi a vez dos patrocinadores do reality show se unirem pela expulsão do participante, suspeito de assédio e estupro de Dayane Mello

Segundo as informações do colunista Ricardo Feltrin, do Splash UOL, as marcas Ambev, TikTok, Seda, Banco Original e Aurora Alimentos concordam que tais atitudes mancham a imagem do programa, assim como de seus patrocinadores. 

Um representante anônimo afirmou à coluna que as cinco empresas decidiram iniciar pressão contra a Record para que Nego do Borel seja expulso de ‘A Fazenda 13’ imediatamente. Por sua vez, a emissora argumentou que segue investigando as imagens do episódio e irá se pronunciar ‘na hora certa’. 

ACUSAÇÕES

Não é de hoje que Nego do Borel está investindo em uma relação com Dayane Mello. Entretanto, na noite da última sexta-feira (24), a situação tomou outros rumos, quando o funkeiro foi acusado de assédio e estupro da modelo. 

Após o encerramento da última festa, os dois foram dormir juntos na sede do confinamento. Com as luzes do quarto apagadas, não é possível acompanhar as imagens da cama, porém é nítida a insistência de Dayane para que Nego parasse. “Para com isso, Nego", afirmou em diversos momentos do vídeo. Outro fato importante é que a ex-participante do ‘Gran Fratello' afirmou, na manhã deste sábado (25), que estava tão bêbada que não se lembra dos acontecimentos da noite anterior

No Twitter, a equipe de Dayane divulgou que seus advogados chegaram com a polícia na sede de ‘A Fazenda’, em Itapecerica da Serra (SP), para dar continuidade às investigações. 

 

 

Último acesso: 19 Oct 2021 - 20:56:14 (1150415).