AnaMaria
AnaMaria Testa / Hidratantes

Monange reforça linha de hidratantes; confira a nossa resenha

Efeito firmador, hidratação intensiva, detox e cheiro queridinho: analisamos todos os hidratantes da Monange

Sabrina Castro, estagiária de AnaMaria Digital Publicado em 17/12/2021, às 12h04 - Atualizado às 17h25

Coleção de hidratantes da Monange atende necessidades de diversos tipo de pele - Sabrina Castro
Coleção de hidratantes da Monange atende necessidades de diversos tipo de pele - Sabrina Castro

A Monange é uma das primeiras marcas que vêm na nossa cabeça quando pensamos em hidratantes com preço mais em conta, cheirosos e, claro, que entregam um bom resultado. Afinal, ver a Xuxa se lambuzando de creme no comercial é praticamente inesquecível, né? Nas últimas semanas, a empresa decidiu ressaltar os benefícios de todas as linhas de hidratantes com a campanha #EuMeCuidoAssim.

Entre os produtos, estão os novos hidratantes firmadores com Q10 e vitamina C + E (tanto a versão para pele normal a seca, quanto para a pele extrasseca, além de um creme de mãos), cuja fórmula promete potencializar o aumento do colágeno, diminuir a flacidez e combater os radicais livres que causam o envelhecimento da pele; a linha Hidratação Intensiva, que atua contra os quatro sinais do ressecamento - aparência esbranquiçada, perda da elasticidade, desidratação e toque áspero -, promovendo hidratação por 48h; o hidratante Detox, que, como o próprio nome diz, tem ação antipoluição e ainda promove uma sensação de frescor, por meio dos ingredientes gengibre e capim-limão; e, por fim, a fragrância Flor de Lavanda, que hidrata e deixa um toque suave na pele, além de proporcionar uma impressão de relaxamento.

Todos garantem atingir a segunda faixa da epiderme (uma das camadas da pele), ressalta a empresa.


Além dos hidratantes, a Monange enviou um roupão personalizado com o grafismo e as cores da marca (Crédito: Sabrina Castro)

O QUE O ANAMARIA TESTA ACHOU?
Minha pele é bastante seca, então sou uma usuária assídua de hidratantes. Uso tanto que, sinceramente, nem me lembrava como a minha pele ficava sem o efeito de um deles.  Por isso, antes de avaliar as linhas da Monange - todas dermatologicamente testadas, vale ressaltar -, fiquei cerca de uma semana sem usar nenhum hidratante. O resultado: minha pele ficou extremamente ressecada.

Justamente por isso, comecei pela versão para peles extrassecas do lançamento mais recente, o Q10 e vitamina C + E. De fato, o corpo fica bastante hidratado - inclusive os pés, área naturalmente mais seca. Percebi isso por dois motivos: primeiro, a pele realmente ficou macia e lisinha; fora isso, não senti nenhum tipo de incômodo (quando minha pele fica muito ressecada, é comum que eu sinta coceiras, especialmente nos joelhos e cotovelos). O mesmo serve para a linha Hidratação Intensiva - nas fragrâncias Extrato de Oliva, Leite de Amêndoas e Extrato de Algodão, ativos com alto teor de hidratação -, com efeito prometido por 48h. Porém, devo destacar que, após as primeiras 24h, a pele perde muita da maciez inicial. 


A pele, de fato, fica mais firme após o uso contínuo por duas semanas. No entanto, o efeito não é milagroso (Crédito: Sabrina Castro)

Antes de falar sobre o efeito firmador, é preciso explicar a diferença entre flacidez muscular e flacidez da pele. A flacidez muscular é o enfraquecimento das fibras dos músculos, normalmente por falta de atividade física que causa, por exemplo, aquela “sobra” de gordura embaixo do braço, conhecida como “pele do tchauzinho” e “asas de morcego”. Ou seja: o hidratante não vai fazer com que seu corpo fique torneado. Nem é isso que a marca promete. Assim, o que fiz foi observar a textura da pele em si, especialmente em áreas do corpo em que elas são mais flácidas.

Como tenho 21 anos, sei bem que não existem muitas áreas do meu corpo em um estado mais avançado de flacidez. Por isso, também pedi para que minha mãe, de 51, usasse o produto, mas na versão de pele normal a seca, nas duas semanas indicadas pela marca. Neste tempo, ao dar aquela puxadinha na pele, dá para ver que ela realmente está mais firme. Nada milagroso, mas é uma boa opção para quem procura uma melhoria por um preço mais baixo.

O creme de mãos é ótimo. A textura é encorpada, com toque seco, e promove uma boa hidratação para o dia a dia, uma vez que seca rapidamente - assim, não precisamos ficar esperando, com medo de sair “melecando” tudo. Nesses tempos de álcool em gel para todo lado, é ótimo para levar na bolsa e ir aplicando. O resultado são mãos com aparência de bem cuidadas. 


Linha Hidratação Intensiva tem versões para pele extrasseca, seca e normal. Todos combatem os quatro sinais do ressecamento: aparência esbranquiçada, perda da elasticidade, desidratação e toque áspero (Crédito: Sabrina Castro)

Todos os cremes para corpo contam com uma textura leve, que se espalha com facilidade. A absorção é rápida, também trazendo praticidade - afinal, não tem nada pior do que ficar esperando o hidratante secar antes de poder colocar as calças e sair para o trabalho. Os cheirinhos são ótimos e super delicados. O único mais forte e marcante é o de Flor de Lavanda, do selo “Hidratação Essencial”, mas vale a pena - é muito cheiroso! Sou extremamente apaixonada por essa fragrância, de verdade. Não é à toa que a própria marca a define como um “queridinho”. Apesar disso, a hidratação deste volume é menor do que os demais - vale aplicá-lo com uma frequência maior. 

Não podemos esquecer de falar sobre o hidratante detox. Além dos benefícios das demais linhas, o produto ainda promove uma sensação de frescor. Quando bate um ventinho, a pele reage com uma espécie de formigamento bem gostoso. É ótimo para aqueles dias de calorão!


Além da ação antipoluição, hidratante fornece sensação de frescos (Crédito: Sabrina Castro)

Por fim, apesar de não estar disponível para venda, não posso deixar de elogiar o roupão que a Monange me enviou, de fundo roxo, com corações rosa - o mesmo elemento do logo da marca - e o nome da campanha grafado no peito. É muito gostoso colocar o roupão, uma faixa no cabelo e fazer uma boa máscara de rosto enquanto espalha o hidratante pelo corpo.

VALE A PENA? Com certeza! É uma ótima alternativa para quem busca hidratar bem a pele sem gastar muito.

QUANTO CUSTA? Os dois hidratantes da coleção Q10 + vitamina C e E custam, em média, R$14. O creme para mãos, R$11. Já os demais (tanto os que fazem parte da Hidratação Intensiva quanto o Flor de Lavanda) têm um preço médio de R$10.

COMPRADOS OU RECEBIDOS? Recebidos.