AnaMaria
AnaMaria Testa / Maquiagem

Resenha: Balm e Lip Tint da Dailus entregam hidratação e muita cor

Juntos ou separados, Balm e Lip Tint da Dailus são uma boa aposta para looks mais naturais

Sabrina Castro, estagiária de AnaMaria Digital Publicado em 11/01/2022, às 12h23

Junção de hidratação + cor nos lábios é o destaque da combinação entre Balm e Lip Tint da Dailus - Sabrina Castro
Junção de hidratação + cor nos lábios é o destaque da combinação entre Balm e Lip Tint da Dailus - Sabrina Castro

Para quem tem lábios ressecados, ter um hidratante específico sempre à pedida é essencial. De quebra, poder dar uma corzinha na boca, sem perder a naturalidade do dia-a-dia, quando produções muito carregadas não combinam muito, é um benefício. Inclusive para quem está trancada em casa nesses tempos de pandemia: às vezes, não tem nada melhor que sair do banho, passar um bom hidratante e dar uma cor aos lábios. Só isso já eleva nossa autoestima e tira o ar de cansaço depois de um longo dia de trabalho.

Combinação de Tint Balm e Lip Tint promete unir as principais características dos produtos: lábios hidratados e coloridos com tons naturais
Combinação de Tint Balm e Lip Tint promete unir as principais características dos produtos: lábios hidratados e coloridos com tons naturais (Crédito: Sabrina Castro)

A combinação de Tint Balm e Lip Tint da Dailus está aí para isso. O primeiro tem uma textura cremosa, brilho suave, fórmula hidratante e antioxidante, FPS 8 e proteção UVA, além de dar uma leve cor na boca. Quer turbinar este tom? É só apostar no Lip Tint, que conta com alta pigmentação. Mas não pense que isso tornará tudo menos prático: com textura em gel, o produto se espalha rapidamente, fica confortável na boca e não se espalha. Para quem deseja um tom mais forte, é possível criar múltiplas camadas com os cosméticos, até que se adquira o resultado desejado. 

Os dois produtos estão disponíveis em três cores: Frozen de Melancia, rosa claro; Margarita de Morango, mais puxado para o vermelho; e Batida de Amora, uva. Todos tem o cheirinho - e o gostinho (afinal, às vezes umedecemos os lábios e sentimos o gosto do produto -  das frutas correspondentes. 

Vale ressaltar que dá para comprar apenas um Balm, apenas um Lip Tint, um kit com os dois ou os seis produtos juntos. Mas o destaque fica justamente nessa possibilidade de combinar o uso do Balm com o Lip Tint.

O que o AnaMaria Testa achou?

Eu sou muito branca e, para mim, ou eu passo uma cor na boca, ou fico a própria cara do cansaço. Desde muito nova, passo batom para fazer qualquer coisa - inclusive ir à feira ou visitar um parente. Por isso, não é de se espantar que assim que descobri a existência de Lip Tint, eu comprei um. Na ocasião, adquiri um de textura líquida, um terror para espalhar; assim, partes da minha boca ficavam com uma concentração mais alta do produto, dando um aspecto de “manchado”. Mesmo assim, eu já amei. Agora, imagine quando eu descobri o Tint Balm, que ainda trataria da boca ressecada que acabava comigo no inverno?

Quando busquei balms coloridos pelas perfumarias, tive uma decepção. De duas, uma: ou ele mal hidratava, mas tinha uma boa pigmentação; ou ele hidratava, mas eu não via diferença nenhuma de cor. Acho que encontrar a junção de hidratação + cor no Tint Balm da Dailus foi o que mais me atraiu: era exatamente o que precisava. Não pense que se trata de uma cor exagerada, mas sim um meio termo exato. Justamente o que justifica a compra de um Balm Tint, e não um batom ou um hidratante labial comum. A textura é cremosa, como anunciado pela marca, e garante um brilho leve, mas nada que passe aquela sensação de “acabei de comer um frango assado”.

Balm Tint da Dailus

A boca fica realmente hidratada, mas não tanto quanto outras marcas que já testei. O segredo é aplicar com frequência, assim, você mantém a hidratação. Depois de muito ressecada, porém, o Balm não vai conseguir resgatar; aí, só um produto mais forte.

Ele supriu muito o que esperava. O Lip Tint, nem se fala. Acostumada com os líquidos, a textura em gel é um baita salto - nada de contornos da boca no tom que eu queria, enquanto o centro ficava extremamente concentrado. É muito gostoso de passar e também de deixá-lo na boca: primeiro, porque quando você umedece os lábios, sente aquele gostinho de fruta; segundo, porque a própria textura em gel dá uma sensação de hidratação e maciez. Por outro lado, achei ele menos pigmentado que outras alternativas que usei.

Tint Balm da Dailus
Com textura em gel, Lip Tint se espalha mais facilmente pelos lábios (Crédito: Sabrina Castro)

Para quem não sabe, o Lip Tint também pode ser usado como uma espécie de “blush”, para dar aquele ar de “coradinho saudável”. Basta aplicar na região desejada e esfumar, seja com a mão, seja com um pincel. Acredito que aí que dá para perceber o quanto o gel é fluído. No líquido, você precisava aplicar e esfumar correndo, e muitas vezes ainda ficavam manchas. Aqui, o problema deu uma boa diminuída. Não 100%, claro - como o próprio nome diz (“Lip Tint” é “tinta para lábios”, em inglês), ele não foi feito para isso. Mas é uma ótima pedida para viagens, em que você economiza na bagagem, fora que o efeito combina muito com passeios pelo litoral. 

A durabilidade não é milagrosa, mas, como é super prático, basta retocar com frequência. Ou não - tanto o Balm quanto o Lip Tint também são bons nesse sentido. Diferentemente do batom, que vai saindo nos meios e ficando concentrado na borda, ou eles estão lá, ou não estão mais. Não é necessário ficar olhando no espelho toda hora para ver se seus lábios estão borrados ou com partes “apagadas”.

Lip Tint Dailus
Lip TInt também pode ser usado como uma espécie de "blush" (Crédito: Sabrina Castro)

A combinação é o ponto alto. Unir as características dos dois me dão exatamente o que quero: lábios hidratados e com cor (no meu caso, aplico 2 camadas do Lip Tint justamente porque curto um tom mais forte; mas é bom que você consiga ter o controle de usar exatamente quão claro ou escuro você deseje). Ainda mais considerando que as fórmulas são veganas e livres de testes em animais.

Por fim, não posso deixar de falar das cores. Acredito que todas fazem muito sentido com a ideia de uma produção mais “natural”. Para quem busca algo bem delicado, indico o Frozen de Melancia. A Margarita de Morango é a minha preferida, porque, por puxar para o vermelho, dá um destaque maior para a boca. A Batida de Amora também me surpreendeu: imaginei algo muito chamativo, que não combinaria com a proposta. Mas funciona bastante - desde que se aplique apenas uma camada!

Vale a pena?

Muito! Há Balms e Lip Tints no mercado com efeitos praticamente iguais e muito mais caros. 

Quanto custa?

Cada Tint Balm custa R$15,22; um kit com as três cores é R$53,70. Um Lip Tint é R$17,90, enquanto todos são R$45,63. A combinação de um Tint Balm + um Lip Tint é R$32,22. O conjunto dos dois produtos com as três cores sai por R$96,93(preços consultados em 22/12/2021).

Comprado ou recebido?

Recebido.