AnaMaria
AnaMaria Testa / Tendência da estação

Testamos a coleção de esmaltes ‘Devendo e Luxando’, da Dailus

Com cores vibrantes e brilho intenso, esmaltes conquistam até as mais conservadoras

Sabrina Castro, estagiária de AnaMaria Digital Publicado em 16/12/2021, às 18h10 - Atualizado em 17/12/2021, às 17h42

Linha vegana e sem testes em animais entrega o que promete: cores divertidas, muito brilho e boa durabilidade - Sabrina Castro
Linha vegana e sem testes em animais entrega o que promete: cores divertidas, muito brilho e boa durabilidade - Sabrina Castro

O verão está chegando e, com isso, até quem é adepto dos tons mais sóbrios começa a colocar uma corzinha aqui e ali nas peças de roupas, sapatos e unhas. Talvez esta última seja a que permite mais experimentações, especialmente para as mais conservadoras, que ainda não desejam se livrarem das roupas pretas, blusinhas brancas e, no máximo, um sapato nude. Esta é a essência da "Devendo e Luxando", nova coleção de esmaltes da Dailus, marca que, apesar de atrair as consumidoras mais antenadas, também promete atender os gostos mais tradicionais.

A coleção conta com sete cores, todas levantadas a partir de pesquisas das tendências (por isso, não é de se estranhar que, caso você ande no shopping, encontre bolsas, sapatos e roupas de cores semelhantes). Segundo a marca, as tonalidades para a primavera e verão exalam alto-astral: “São cores que se tornam símbolo de autoexpressão e traduzem sentimentos de felicidade, esperança, estabilidade e equilíbrio, contribuindo diretamente para a saúde física e mental das pessoas”, afirmam.


Linha conta com sete cores, relacionadas às tendências da estação (Crédito: Sabrina Castro)

A marca ainda relacionou as cores com nomes divertidos, criados a partir dos memes da internet nos últimos meses. O azul é o “a mãe tá estourada”, enquanto o amarelo é “exquéeece”, bordões da advogada Deolane Bezerra; o verde, “aí que mora o perigo”, muito usado no Twitter; assim como “manda pix” (laranja), “trava na pose” (rosa chiclete) e “é sobre isso” (rosa “orquídea”). E quem não lembra do “tá passada?”, bordão que viralizou a partir do vídeo sobre as vacinas da Pfizer, produzido pelo humorista Rafael Chalub, o @essemenino? 

As promessas que mais merecem ser analisadas, porém, são sobre os atributos dos esmaltes. A Dailus promete longa duração, secagem rápida e brilho intenso, tudo isso combinado a um acabamento cremoso. Além disso, os esmaltes são veganos - ou seja, não usam nenhum ingrediente de origem animal - e cruelty-free (sem testes em animais).

O que o AnaMaria Testa achou?

Desde que peguei os esmaltes nas mãos, achei as cores lindas. Não sou muito de usar esmaltes coloridos - por aqui, nada melhor que um vermelho ou um preto -, mas confesso que tinha vontade de experimentar. Já estava namorando cores semelhantes, então, receber a coleção foi uma bela surpresa. Fora as embalagens, com destaque para a arte com o nome da coleção - “Devendo e Luxando” -, que, além de bastante criativa, foi finalizada com um efeito de holografia. 


Ansiosa para testar as cores, pintei uma unha com cada tom (Crédito: Sabrina Castro)

Como queria testar a maioria das cores, decidi pintar uma unha de cada cor. Nesta leva, deixei apenas de usar o “É sobre isso” e “Tá passada?”, que deixarei para as próximas pinturas. De qualquer forma, já deu para perceber que as cores realmente são vibrantes - dá para ver de longe! A secagem é bastante rápida, também - e olha que não usei nenhum produto específico para isso. Também não quis passar nenhum top coat ou extra-brilho, para ver como os esmaltes performariam em relação ao brilho. E eles são super brilhantes, sim!

O pincel é o que chamaria de “médio”. Não é tão fino - com poucas cerdas - quanto de algumas marcas, nem tão grande como os de outras. Este ponto é bastante positivo, também. Dá para espalhar bem os esmaltes sem se preocupar de sujar muito os cantinhos. 


Pincel é grande o suficiente para espalhar bem a cor, mas não ao ponto de incomodar na pintura dos "cantos" (Crédito: Sabrina Castro)

Assim como prometido, a textura é cremosa. Em um primeiro momento, dá a impressão de parecer um “plástico” que gruda na unha e, por isso, descascaria em “pedaços” enormes. Não é nada disso, porém. Mesmo fazendo atividades domésticas e hidratando o cabelo (coisa que sempre faz com que eu perca as unhas feitas), o esmalte se saiu super bem. Claro, deu uma leve descascada - mas deu para passar um pouco do produto na pontinha da unha e seguir a vida. 

O único ponto negativo é que, no caso das cores mais claras (como o “Exquéeeci”), são necessárias três, quatro mãos de tinta, para que a pintura não fique com a aparência de manchada. Nada muito diferente do esperado - independentemente da marca, qualquer tom mais claro dá mais trabalho. Além disso, os preços são mais altos do que os demais, apesar de conter os mesmos 8mL - enquanto a média sai por R$4,00, os da Dailus são R$7,00. 


Brilho intenso e alta durabilidade têm seu preço: os esmaltes são mais caros que os demais (Crédito: Sabrina Castro)

VALE A PENA? Considerando o custo-benefício, sim! Os esmaltes cumprem com o prometido e dá para abusar de combinações divertidas - ou ser mais tradicional e usar apenas uma cor, mesmo. 

QUANTO CUSTA? Cada esmalte custa R$7,00. O conjunto com as sete cores sai por R$49,00.

COMPRADO OU RECEBIDO? Recebido.