AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Astrologia / Astrologia

“Dificuldade de aceitar a perda de poder”, analisa astrólogo após pronunciamento de Bolsonaro

A posição dos astros na hora da fala de Bolsonaro indicaram que a tensão continuará nas próximas semanas

Marina Borges

por Marina Borges

mborges_colab@caras.com.br

Publicado em 01/11/2022, às 18h47

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Astrólogo analisa discurso de Bolsonaro a partir da posição dos astros - Reprodução/Record TV e Instagram/@constelar.astrologia
Astrólogo analisa discurso de Bolsonaro a partir da posição dos astros - Reprodução/Record TV e Instagram/@constelar.astrologia

O presidente Jair Bolsonaro (PL) se pronunciou, nesta terça-feira (1), pela primeira vez após o resultado das eleições presidenciais. No rápido discurso, ele agradeceu aos 58 milhões de votos que recebeu e afirmou que as atuais manifestações de apoiadores que se espalharam pelo Brasil são o resultado da insatisfação com o processo eleitoral.

"As manifestações pacíficas sempre serão bem-vindas, mas os nossos métodos não podem ser os da esquerda (...). Somos pela ordem e pelo progresso. Sempre fui rotulado como antidemocrático, mas sempre joguei dentro das quatro linhas da Constituição", discursou Bolsonaro.

O QUE DIZ A ASTROLOGIA?

O astrólogo Fernando Fernandse foi às suas redes sociais compartilhar o que o campo da astrologia tem a dizer sobre o pronunciamento do presidente e, de acordo com ele, a posição dos astros apontou para um aspecto que fala da dificuldade de aceitar a perda de poder.

“Marte, regente do Ascendente, está retrógrado em Gêmeos, na casa 3 (dos pronunciamentos e também das rodovias), aplicando uma quadratura a Netuno na 12. É um aspecto totalmente compatível com o tom elíptico e nebuloso do discurso. Marte retrógrado em Gêmeos na 3 é uma configuração que descreve literalmente as estradas bloqueadas e os impedimentos à circulação, que o presidente não chegou a condenar de maneira enfática”, iniciou ele na legenda de sua publicação.

“A quadratura T envolvendo Lua, Saturno, Urano, Vênus e o eixo dos Nodos indica que a tensão continua e que não haverá pacificação real nas próximas semanas. Por outro lado, a Parte da Fortuna na 4, que acaba de fazer uma oposição a Plutão, mostra que as transformações iniciadas no último fim de semana são irreversíveis”, completou.

Confira a publicação na íntegra: