AnaMaria
BBB / Eita!

Após eliminação, Rodrigo avalia estratégia de Arthur Aguiar: ''Vai ser um dos melhores jogadores''

Ex-brother Rodrigo reconheceu que desentendimento com o ator foi um mal-entendido

Da Redação Publicado em 02/02/2022, às 11h53

Rodrigo participa do 'Mais Você' - Reprodução/TV Globo
Rodrigo participa do 'Mais Você' - Reprodução/TV Globo

Rodrigo Mussi se despediu do 'BBB22' na noite da última terça-feira (1°) após receber 48,45% dos votos em um paredão acirrado contra Jessilane e Natália. Como já é de costume, o eliminado saiu do reality show diretamente para o 'Mais Você', onde tomou café da manhã com ninguém menos que Ana Maria Braga.

Um dos pontos abordados pela apresentadora durante o matinal foram os conflitos protagonizados por ele e Arthur Aguiar. Apesar da rivalidade, Rodrigo agora reconhece que tudo não passou de um mal-entendido entre ambos: "Eu acho que foi falta de comunicação entre a gente. Eu pegava informações que traziam para mim e fiquei louco".

"Eu falei 'meu, esse Arthur tá jogando sujo' e ele pensava que eu tava jogando sujo. Quando conversamos, pedimos desculpas", relembrou.

Ainda na ocasião, o eliminado declarou que Arthur tem potencial para chegar à grande final da edição: "Se ele se impor no jogo, vai ser um dos melhores jogadores. É articulado, inteligentíssimo, um menino bom". 

EXAGEROU NA DOSE!

Ao avaliar a própria trajetória, o moreno reconheceu que acabou passando do ponto ao tentar 'jogar demais': "Eu fui um kamikaze de querer jogar o tempo todo, as pessoas ficavam assustadas, fugiam de mim, agora eu tô entendendo. Eu acho que exagerei na dose, acho não, tenho certeza. Eu não acertei meu meio-termo".

"Não imaginei que eu tava falando desse jeito, podia ser agressivo para as pessoas, e eu tô vendo que foi", confessou enquanto assistia alguns de seus momentos mais marcantes no reality. 

Por fim, Rodrigo afirmou que uma de suas maiores falhas foi levar a disputa muito a sério: "Ao acordar eu pensava no paredão, fui tirado da prova de liderança. Eu já tava no paredão... O que me motivava era jogar (...)".

"Eu queria ser reconhecido como um cara estratégico, eu queria desafiar as pessoas a pensar", concluiu.