AnaMaria
BBB / BBB 22

BBB 22: Arthur Aguiar afirma se sentir rejeitado na casa: “Sempre vai ter a ver comigo"

Principal aliado do ator é o participante Tiago Abravanel

Da Redação Publicado em 23/02/2022, às 22h30

Arthur desabafou sobre se sentir deslocado na casa - Reprodução/Tv Globo
Arthur desabafou sobre se sentir deslocado na casa - Reprodução/Tv Globo

Arthur Aguiar conversou com Tiago Abravanelna cozinha do BBB, durante a tarde desta quarta-feira (23). Na ocasião, ele desabafou sobre a rejeição que tem sofrido dos demais participantes no confinamento.

O ator afirmou que não se sente bem, mas não responsabiliza os outros.

"Para existir uma rejeição, eu dependo do outro. Se as ações do outro me levam para esse lugar de memória, eu acesso esse lugar, ele me prejudica. Esse é o problema. Sempre vai ter a ver comigo, nunca com elas. Elas não são obrigadas a me acolher, falar comigo, me dar oportunidade. Só que a partir do momento que insisto nesse lugar e me faz acessar esse lugar, que é muito ruim para mim, é uma escolha", começou ele.

Na sequência, o marido de Maíra Cardi disse que procura ponderar e estabelecer limites durante o jogo. Mas Tiago aconselhou o amigo a estabelecer mais conexões na casa.

"Eu diria para você que vai ser transformador se você for um pouco mais. Com toda certeza", afirmou o neto de Silvio Santos.

Arthur retrucou dizendo que os demais participantes não aceitaram suas investidas quando tentou. "E não sou só eu quem estou falando, são pessoas que estão nos outros grupos, inclusive", completou.

Enquete BBB 22: você está gostando mais de Larissa ou Gustavo?

  • Larissa
  • Gustavo

CABEÇA DURA

Mais cedo, Tiago conversou com o cantor sobre o mesmo assunto, e aconselhou-o a ser mais flexível quanto às suas relações no reality.

"Tem pessoas que não te rejeitam por completo e ainda não te acessaram como você merece ser acessado. A Jessi, por exemplo, não é uma pessoa que te rejeita e não é uma pessoa que você acessou e ela te acessou cem por cento", iniciou Tiago.

"Ainda vejo a possibilidade de transformação, que é o que você veio fazer aqui, mas alguns pontos, e aí que eu falo que você é cabeça dura, que eu não preciso ter passado pelo que você passou pra saber que dói. Claro que dói. Porém, eu acredito que as nossas dores só são transformadas quando a gente sente elas", concluiu o neto de Silvio Santos.