AnaMaria
BBB / BBB

BBB 22: Gustavo acredita que não vai para o paredão nesta semana: “Manipular votos”

Gustavo conversou com Laís sobre alvos da casa e estratégias

Da Redação Publicado em 05/03/2022, às 11h02

Gustavo acredita que não vai para o paredão nesta semana - Reprodução/Globoplay
Gustavo acredita que não vai para o paredão nesta semana - Reprodução/Globoplay

Gustavo e Laís conversaram sobre a possibilidade de ir ao Paredão durante a madrugada deste sábado (05). Os dois falaram sobre os alvos da casa e acreditam que ambos estarão salvos da berlinda nesta semana.

"Essa semana você está de boa", disse Gustavo. "Não interessa. Tem que ir atrás porque tu está na reta", pontuou Laís. "Mas o meu já está protegido. Você acha o quê? Que eu tenho cara de bobo?", perguntou ele. "Só a cara e o andar", brincou a médica. 

O brother, então, fala sobre os lollipopers (Jade, Eslovênia, Vyni, Eli e Laís): "Enquanto o seu quarto está vindo para cima de mim, eu estou voltando para cima deles". Gustavo acredita que no paredão desta semana, ele não é opção da maioria.

"Se eu for para esse Paredão, eu peço para sair", brincou o bacharel em Direito. "A minha capacidade de manipular os votos é muito boa... Já contei os meus votos", finalizou.

TRANQUILO

As conversas sobre estratégia não pararam durante a festa da madrugada deste sábado (05). Laís e Gustavo falaram sobre seus votos e o curitibano admitiu não ter medo de encarar um paredão com Eliezer.

Os nomes que estão na mira dos brothers são o de Jessilane e Eliezer.

"Não ia votar na Jessi agora, mas por você eu faço isso", afirmou Laís. "Eu sei. Eu também não quero. Eu tenho muita vontade de votar na tua amiga [Jade Picon]. Te afirmo isso, e ela tem vontade de votar em mim", disse Gustavo, sorrindo. 

"Eu não votaria nela nunca. Não agora", avisou a médica. "Eu sei que não. Por isso que não vou levantar esse nome nesse momento", afirmou o bacharel em Direito.

Em seguida, o brother falou de Eliezer. "Se o Scooby não botar o Eli, o nome dele também vai", pontuou Gustavo. "Eu estou com os dois pés atrás com o Eli. Por várias coisas", revelou Laís. 

"Acho que se o Eli bater [no Paredão], ele sai", opinou Gustavo, que continuou dizendo que não tem medo de encarar a berlinda com o designer. "Se eu for para o Paredão com o Eli, eu fico tranquilo. Não por prepotência, mas se escolherem o Eli, eu saio tranquilo. Se não escolherem, eu fico tranquilo", finalizou.