AnaMaria
BBB / BBB

BBB 22: Gustavo celebra ter colocado três pessoas no paredão: “Alegria pra minha torcida”

Gustavo foi responsável por colocar Jessilane, Eliezer e Arthur Aguiar no paredão

Da Redação Publicado em 16/04/2022, às 18h26

Gustavo celebra ter colocado três pessoas no paredão: “Alegria pra minha torcida” - Reprodução/Globoplay
Gustavo celebra ter colocado três pessoas no paredão: “Alegria pra minha torcida” - Reprodução/Globoplay

O Líder da vez, Gustavo, comemorou no Raio-X da manhã deste sábado (16) sobre ter sido responsável pela formação do paredão atual. Jessilane, Eliezer, Arthur Aguiar e Douglas Silva estão na berlinda.

No tempo do confessionário, o curitibano não escondeu o contentamento em ter escolhido mais da metade dos participantes do paredão.

"Ontem, formação de paredão. Veio uma super liderança aí e acabei colocando três pessoas no paredão. Fiquei feliz por ter pego essa liderança nessa fase do jogo, não sei se vão sair uma ou duas pessoas, mas eu tô mais tranquilo e consegui dar um pouco de alegria pra minha torcida", disse.

Durante a formação, Gustavo indicou Jessi e Eliezer ao Paredão e foi responsável pelo voto de minerva que mandou Arthur Aguiar para a berlinda.

Mas o bacharel em Direito disse que não quer parar por aí: "Espero curtir a festa hoje e garantir uma possível semifinal já. Espero que vocês continuem, tá acabando, mas espero que eu conte com vocês até a final."

EGOCÊNTRICO

A formação do 15° Paredão do 'BBB 22' deixou os brothers com os ânimos lá em cima. Acontece que Douglas Silva não gostou nada de ter sido puxado para a disputa por Arthur Aguiar, que usou ser poder de contra-golpe após ser o mais votado pela casa. 

Na tarde deste sábado (16), enquanto conversava com Paulo André na academia, o ator desabafou sobre a decisão do colega. "Sabe o que eu estava pensando ontem? Não me importei nem um pouco do Arthur ter votado em mim. Mas, aí, eu fiquei pensando no que ele mesmo abriu ontem, eu não sabia. Que tem um motivo", iniciou.

Em seguida, ele falou sobre a justificativa que Arthur usou para puxá-lo pra berlinda: "Ele acabou abrindo o que falou no confessionário, que ainda estava chateado com umas coisas que eu fiz enquanto ainda estava no paredão falso. Fiquei pensando assim: que argumento é esse, né?".