AnaMaria
BBB / Será?

BBB 22: Laís especula após produção chamar todos os brothers na sala: ''Jade voltando''

No BBB 22, produção chama brothers na sala e Laís acredita que seja para informar da volta de Jade ao reality

Da Redação Publicado em 10/03/2022, às 13h00

Brothers recebem aviso da produção e suspeitam de retorno de Jade Picon - Reprodução/ Globo
Brothers recebem aviso da produção e suspeitam de retorno de Jade Picon - Reprodução/ Globo

A madrugada desta quinta-feira (10) na casa do 'BBB22' foi para lá de animada com a festa de Pedro Scooby, líder da semana.

No entanto, jpa acordados após a festança, todos os brothers foram chamados na sala pela produção, na tarde de hoje, e ficaram com a pulga atrás da orelha sobre o assunto que seria tratado.

Laís, inclusive, especulou sobre o possível retorno de Jade Picon, eliminada na última terça-feira (8): "Será que a Jade vai voltar?".

"A Jade não entraria assim de uma maneira aleatória", respondeu Eslovênia, discordando da sister.

"Jade voltando", repetiu a médica, recebendo a afirmação de Jessilane: "Jade voltando, Jade voltando".

PAREDÃO FALSO?

Arthur Aguiar está com uma verdadeira pulga atrás da orelha! Isso porque, durante o raio-x desta quinta-feira (10), o brother afirmou que continua suspeitando que a eliminação de Jade Picon não passou de um Paredão Falso.

No Confessionário, o ator explicou o motivo de não estar comemorando sua permanência no programa, como havia prometido. "Bom, só pra explicar aqui bem rápido o porquê de eu não ter comemorado de verdade. Falei que na festa eu ia comemorar, falei até ficar de sunga, que eu ia até beber um pouquinho", iniciou ele.

E prosseguiu: "E por que eu não comemorei? Por dois motivos. Primeiro porque tá rolando essa história de que pode ser um paredão falso, e aí eu não quis comemorar muito".

Arthur, então, disse que ainda irá aguardar um tempo para ter a certeza de que Jade não retornará ao confinamento: "Vou esperar mais alguns dias. Acho que só vou realmente relaxar depois de domingo, pra poder de verdade. Tô feliz por não ter saído, óbvio, porque eu não queria sair. Fiquei na casa".

"Mas eu quero poder gritar mesmo aos quatro ventos que o paredão foi verdadeiro, que eu fiquei, que a gente venceu essa batalha. E o outro [motivo] é que ontem me deu uma dor de cabeça 'braba'", finalizou.