AnaMaria
BBB / BBB

BBB 22: Rapazes do grunge analisam jogo: "Vamos ter que votar entre a gente"

Gustavo declarou que votará em Jessilane e cogitou ter que votar em aliados

Da redação Publicado em 14/04/2022, às 21h10

Gustavo cogita voto em aliados - Reprodução/TV Globo
Gustavo cogita voto em aliados - Reprodução/TV Globo

Durante uma conversa na área externa da casa mais vigiada do Brasil, nesta quinta-feira (14), Gustavoanalisou os próximos passos do jogo junto com Douglas Silva, Pedro Scooby e Paulo André.

O ex-Casa de Vidro disse que os rapazes do quarto grunge terão de se enfrentar a partir do próximo Paredão.

"Amanhã se forma o paredão", relembrou o surfista, que imediatamente recebeu uma resposta do atleta olímpico.

"Pelo meu discurso, e por mais que a Jessi esteja numa situação difícil. A única mulher, mas faz mais de um mês e meio que ela não bate no paredão.. Então a minha proposta de jogo é ela. E faz tempo que o público não joga com ela também", disse Gustavo.

Pedro Scooby disse então que permanecerá leal aos aliados.

"Na verdade, acho que ela está tranquila em relação a isso e eu vou continuar votando com vocês", cravou.

O empresário fez questão de elaborar uma estratégia em cima do pensamento do amigo.

Se o líder cai para nós, eles têm dois votos e nós temos quatro..Se perguntar assim: 'quem você quer que vá para o paredão?'. Eu falo: 'A Jessi'. E se você me perguntar: 'quem você quer que saia da casa?'. O Eli. Parece contraditório, mas não é, no meu modo de ver o jogo não é. Nessa votação, se o líder cai para nós, cada um pode votar do jeito que quiser, entendeu? Porque a gente só precisa de dois votos na mesma pessoa. E isso com certeza teremos", assegurou.

Douglas Silva rebateu dizendo que o grupo tem duas opções de voto, e tudo dependerá do líder da semana.

"E mesmo que a liderança cair lá, vamos perder uma opção de voto. O indicado vai ser do Líder, um contragolpe dela e a votação da casa", observou.

O curitibano então analisou a possibilidade de Jessi ou Eliezer indicarem Pedro Scooby.

"Ele vai ter que contragolpear um de nós", afirmou.

"É isso e nas próximas votações vamos ter que votar entre a gente se a gente acabar ficando", concluiu Pedro Scooby.

"É, agora não tem pra onde correr", finalizou Gustavo.