AnaMaria
BBB / BBB

BBB 22: Scooby declara torcida para Jessilane e Gustavo rebate: "Faz sete anos que um homem não ganha"

Brothers relembraram reclamações da professora por não ter recebido mais corações no queridômetro

Da redação Publicado em 14/04/2022, às 23h30

Pedro Scooby declarou sua torcida para Jessilane - Reprodução/TV Globo
Pedro Scooby declarou sua torcida para Jessilane - Reprodução/TV Globo

Enquanto aguardavam as fotos da última festa serem liberadas no telão da sala do BBB 22, nesta quinta-feira (14), Pedro Scoobynão economizou palavras ao dizer que está torcendo para Jessilane vencer o programa.

No entanto, Gustavo não gostou da constatação do amigo, e disse que "há anos um homem não vence o programa".

Tudo começou quando o curitibano disse que a professora foi a única na casa que não recebeu seis emojis de coração no queridômetro.

"Pô, não deram os seus corações para a Jessi", disse o empresário aos risos.

Douglas Silva, então, imitou a bióloga, que reclamou de ter recebido carinhas felizes na plataforma.

"'Eu sei que não sou a mais amada, eu sou a única que não é amada'", disse. Ele acrescentou ainda que falou sobre a situação para Arthur Aguiar, e o marido de Maíra Cardi fez questão de se defender.

"Pô, ela passou o jogo inteiro me dando carinha", disse.

SAIU EM DEFESA

Ao ouvir os colegas tirando sarro de Jessi, Pedro Scooby fez questão de defendê-la, e declarou sua torcida.

"Pô, é claro que eu queria ganhar, mas ia ser muito bom a única mulher que sobreviveu ser a campeã. Cara, imagina?", acrescentou.

Gustavo discordou dizendo que há pelo menos sete anos um homem não era o grande vencedor do reality.

"Acho que o último BBB que um homem venceu foi o 15", respondeu o ex-Casa de Vidro.

Pedro questionou, então, se nos primórdios dos programas apenas homens venciam a disputa, e recebeu uma resposta em coro de DG e Gustavo.

"Não. Era mesclado", disseram.