AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria
Notícias / BBB / Reality

'BBB21': Juliette pretende causar ciúmes em Fiuk na primeira festa do reality

Interesse romântico da sister pelo cantor já se tornou assunto nas redes sociais

Da Redação Publicado em 27/01/2021, às 19h10 - Atualizado às 19h10

'BBB21': Juliette pretende causar ciúmes em Fiuk na primeira festa do reality - Reprodução/TV Globo
'BBB21': Juliette pretende causar ciúmes em Fiuk na primeira festa do reality - Reprodução/TV Globo

Juliette segue no seu plano de conquistar o coração do galã do 'BBB21', Fiuk. Em uma conversa com o colega de confinamento Arcrebiano, a morena falou a respeito da primeira festa do reality show, que irá acontecer na noite desta quarta-feira (27). 

"Será que a gente vai chorar hoje depois de beber? Alguém duvida?", questionou a sister. 

Logo em seguida, Juliette revelou que já está planejando um método para se reaproximar do cantor durante a festança. 

"É o seguinte, é um risco. A gente pode fingir e ser um risco de atrasar as tuas paqueras", começou ela. Confuso, Arcrebiano questionou: "Que paqueras?".

Foi então que Juliette relatou que pretende elaborar um plano para despertar ciúmes em Fiuk

"Só para ver se ele não vai nem ligar. Estava brincando que eu era namorada dele, marido. Chegou aqui a gente se separou. Vou fingir que já arrumei outro hoje, entendeu? Para mexer com ele depois. Deu para entender, mais ou menos?", concluiu. 

Vale lembrar que, desde o primeiro dia de confinamento a sister tem investido na hora de paquerar o irmão de Cleo. 

PASSADO DIFÍCIL 

Fiuk abriu o coração ao relembrar as dificuldades que enfrentou na sua infância. O cantor aproveitou o confinamento do 'Big Brother Brasil' para conversar com Projota e Arthur Picoli sobre o assunto. 


Na ocasião, o artista destacou que sofreu bullying na escola e acabou desenvolvendo problemas respiratórios.

"Eu tinha muita dificuldade (na escola), muita, muita, muital E eu tinha bronquite asmática que era de fundo emocional. Eu sempre sofria muito bullying porque tinha uma época que eu levava tubo de oxigênio para a escola. Os moleques me davam tapa na cabeça e era falta de ar na hora. Fui internado três vezes. Passei à beira de algumas vezes... Foi muito sério.  Minha mãe foi muito parceira, se não fosse por ela... Eu chorava sozinho", relatou o filho do cantor Fábio Jr. 

O irmão de Cleo prosseguiu com o relato: "Fui crescendo e quis saber o que era isso que eu tenho, fui ficando inquieto. Será que eu realmente sei menos, será que minha cabeça é limitada? Eu não sei se tinha essa responsa de ser filho de quem eu era... Mas, desde pequenininho não era uma coisa positiva na escola, os moleques acabavam comigo. Desde fila de cantina ou cadeira, eu sempre tinha que me isolar, sentar no canto da sala, jogavam papel".


O brother explicou que só descobriu o motivo da sua dificuldade na aprendizagem quando deixou os estudos:  "E aí ataca a asma e passei um período que minha mãe tinha que mudar de escola, eu não conseguia ser amigo de ninguém. As meninas sempre ficavam com dó, mas até a minha pré-adolescência foi brabo. Até a acabar a escola. Quando eu li, conheci o que era DDA.".

{# Taboola Newsroom #}