AnaMaria
BBB / BBB

‘BBB21’: Kerline revela o que faria se tivesse uma segunda chance no programa

“Não me arrependo de absolutamente nada, mas estava cega”, afirmou a ex-BBB em entrevista

Da Redação Publicado em 09/02/2021, às 15h38 - Atualizado às 15h44

A modelo e influenciadora se manifestou contra os canceladores da casa - Instagram/@kercardoso
A modelo e influenciadora se manifestou contra os canceladores da casa - Instagram/@kercardoso

Kerline Cardoso foi a primeira eliminada do ‘Big Brother Brasil 21’, porém segue acompanhando o reality show e não hesita em manifestar suas opiniões sobre o que acontece na casa. Em entrevista ao Gshow, a ex-sister revela os seus arrependimentos e o que mudaria caso tivesse a chance de continuar na competição. 

A participação da modelo no ‘BBB21’ durou apenas oito dias, quando foi eliminada em uma disputa de Paredão contra Rodolffo e Sarah. Por esse motivo, lamenta não ter aberto mais de sua personalidade ao público.

“Queria ter mostrado a pessoa alegre que sou. Meu psicológico ficou extremamente abalado pelas situações que passei. Se não fosse toda essa carga pesada, eu com certeza teria conseguido mostrar mais de mim”, afirmou, em menção às divergências que teve com Lucas Penteado no início do confinamento.

Sobre o episódio, Kerline acrescenta: "O Lucas foi, momentaneamente, injusto comigo, mas tenho certeza que ele terá a oportunidade de ver tudo o que aconteceu e, com isso, poderemos conversar. Estou com o meu coração aberto para isso. Ele é um menino bom, puro e alegre, que sofreu muito com a pressão psicológica destilada contra ele e se perdeu”.

A ex-sister também afirma não compactuar com os ataques e provocações sofridos por Penteado no reality show. “Mesmo depois de toda a minha briga com ele, se eu tivesse presenciado alguma das cenas que vi quando saí da casa, teria tomado partido e defendido ele. Não sou covarde a ponto de agredir a saúde mental de uma pessoa”, disse. 

CANCELAMENTO

Vale lembrar que Lucas Penteado foi um dos principais alvos da “política de cancelamento” instaurada na edição, o que resultou em sua desistência do programa. Sobre isso, Kerline pontua: “Entendo que as causas abordadas na casa sejam motivos de muito sofrimento e, talvez por isso, os canceladores não tenham muita paciência para explicações, mas isso não justifica agressão psicológica. O que fizeram ali dentro é assustador".

Caso tivesse uma segunda chance no ‘BBB21’, a ex-participante afirma que não teria a mesma atitude. “Não me arrependo de absolutamente nada, mas estava cega. Infelizmente, grande parte da casa também está com os olhos vendados. Se eu entrasse novamente sabendo de tudo o que falavam de mim por trás e de todo o restante que estava acontecendo 'por baixo das cobertas', teria feito tudo completamente diferente, começando por não ter medo da Karol. Com certeza já voltaria despencando a máscara dela de boa moça", desabafou. 

Apesar disso, Kerline considera que não foi uma “canceladora” dentro do programa, porém “muito ingênua em muitos momentos”. Se saísse vencedora, a modelo pretendia usar o prêmio de 1,5 milhão para pagar as suas dívidas.