AnaMaria
BBB / BBB 22

‘BBB22’: Entenda como funcionará a Casa de Vidro desta edição

Participantes serão confinados nesta sexta-feira

Da Redação Publicado em 10/02/2022, às 21h40

Larissa e Gustavo são os hóspedes na Casa de Vidro - Reprodução/Gshow
Larissa e Gustavo são os hóspedes na Casa de Vidro - Reprodução/Gshow

Os hóspedes da casa de vidro vão entrar no confinamento na manhã da próxima sexta-feira (11), e os demais participantes serão acordados com uma surpresa na área externa.

Para descobrirem os possíveis novos moradores, os confinados precisam apertar um botão no jardim, que revelará os visitantes do local. 

O objeto, porém, não será nada mais e nada menos do que uma brincadeira para atiçar a curiosidade dos confinados.

O momento do contato dos novatos com os já competidores será transmitido às 10h45, num plantão especial da TV Globo.

Além disso, será iniciada uma votação para os fãs do 'BBB' decidirem se Larissa e Gustavo devem entrar na disputa pelo prêmio. Caso os dois entrem para o reality, eles estarão imunes e precisarão dar um voto aberto na formação do paredão de domingo.

QUEM SÃO?

Os participantes da casa de vidro foram apresentados durante a edição ao vivo desta quarta-feira (09). 

A primeira a aparecer foi Larissa, uma jovem pernambucana de 25 anos, nascida na cidade de Limoeiro, a 77 quilômetros de Recife. 

Ela ganha a vida como coordenadora de marketing e influenciadora digital.

A morena virou autônoma durante a pandemia de Covid-19, e sua renda provém de fotos que ela faz para marcas de roupa.

"Eu faço provadores e fotos. E quanto mais seguidores, maior meu cachê. É o que tem me salvado e virou o dinheiro fixo", contou Larissa na apresentação.

O outro participante se chama Gustavo, tem 31 anos, e se considera um rapaz polêmico e de personalidade forte.

"Várias vezes já fui mal interpretado. Sou um cara que tenho opiniões muito fortes, não consigo ficar quieto quando alguém fala algo que me incomoda. Eu faço questão de retrucar, de gerar um debate, de abrir novos pontos de vista”, afirmou.

Nascido em Curitiba, Gustavo é formado em direito, e atuou por oito anos no Tribunal de Justiça do Paraná.

Após ser demitido no início do surto de coronavírus, passou a investir no próprio negócio.