AnaMaria
BBB / Treta de vidraceiros

'BBB22': Larissa discute com Gustavo e dispara: ''Tá se achando muito''

Após eliminação de Bárbara, Larissa e Gustavo discutiram e trocaram farpas

Da redação Publicado em 16/02/2022, às 11h16

Gustavo e Larissa discutiram no 'BBB22' - Globo
Gustavo e Larissa discutiram no 'BBB22' - Globo

O clima tenso do 'BBB22' não para em nenhum instante. Logo na manhã desta quarta-feira (16), Larissa e Gustavo, que entraram juntos pela Casa de Vidro, protagonizaram uma discussão. 

Tudo aconteceu enquanto Gustavo estava no confessionário, fazendo o raio-x. Do lado de fora, Larissa conversave com Jessilane, Eliezer e Vyni sobre ter estratégia, mas também jogar com o coração. 

No mesmo instante, o curitibano saiu do confessionário e percebeu que os colegas estavam falando dele. Larissa saiu e resolveu entrar no quarto. "O assunto chegou", disse o novo participante. Jessi, então, respondeu: "A galera estava comentando mesmo". 

Gustavo ficou irritado e entrou no quarto: "Quem quiser falar algo para mim, fala na cara, tá? Melhor do que dar Queridômetro é falar na cara", disse para Larissa, que rebateu: "Se a carapuça serviu, não posso fazer nada."

"Não é carapuça, Larissa. Peguei você falando de mim na cara", falou o empresário. "Se você quis entrar aqui acomodada, pode entrar, eu não quis. Faça o teu jogo e eu faço o meu. Respeita a minha pessoa", disparou Gustavo.

"Não tem só você aqui dentro da casa como estrategista, não. Se você acha que o único estrategista da casa é você, você está enganado, meu amor. Não é só você que sabe jogar, não", falou a sister. "Vai lá, plantinha", respondeu Gustavo.

DESABAFO

Logo depois, Larissa desabafou com o grupo do quarto Lollipop. "Ele acha que é o único estrategista da casa? Então, ele está se achando muito, né?", afirmou a sister. "Eu queria entender, porque ninguém citou nomes", disse Vyni.

"Se está se sentindo incomodado, atingido, é porque alguma coisa ele está fazendo", opinou a pernambucana. 

Os brothers, então, entregaram os emojis que deram ao empresário. "Dei uma banana", contou Vinicius. "Dei uma cobra", disse Eslovênia. "Dei um vômito", acrescentou Brunna