AnaMaria
BBB / BBB21

Ex de Nego Di diz que a família do brother está sofrendo ameaças: ''Peço que tenham empatia''

Ela explicou que “não passa pano” para as atitudes do humorista, mas pediu respeito acima de tudo

Da Redação Publicado em 16/02/2021, às 15h51 - Atualizado às 15h55

Tamyres Hirtz e Nego Di - Reprodução/Globo
Tamyres Hirtz e Nego Di - Reprodução/Globo

A psicóloga Tamyres Hirtz, ex-mulher de Nego Di, divulgou um pronunciamento oficial sobre a participação do humorista no ‘Big Brother Brasil 21’, na última segunda-feira (15). Segundo ela, a mãe de Di e seu filho, fruto do relacionamento com ele, estão sofrendo ameaças.

No texto, ela ressaltou que não concorda com as “atitudes errôneas” de dentro da casa, mas garante que as consequências reais serão arcadas fora do reality.

“Estou sendo julgada, ameaçada e isso está fora do meu alcance. Pessoas próximas, conhecidos, amigos, todo mundo virando as costas pra ele. Independente do que está acontecendo, e em respeito ao nosso filho, estarei aqui pra dar o suporte que ele precisa e tentando orientar ele a seguir diante toda a rejeição que ele vem sofrendo”, ressaltou.

Em outro momento, Hirtz opinou que os posicionamentos de alguém que está jogando o ‘BBB21’ são muito diferentes e precipitados: “Enxergamos e interpretamos com o que achamos que é certo ou errado, mas só quem está lá sabe o que se passa e a intensidade das situações e sentimentos. Não passo pano”.

“Lembrando aqui fora existem pessoas reais que estão sofrendo ataques dos mais cruéis como eu e a mãe dele que nada temos a ver. Peço que tenham o mínimo de empatia ao menos com a minha CRIANÇA. Desde já agradeço ao apoio dos que estão do meu lado e da minha CRIANÇA!”, completou.

Leia o texto na íntegra:

"Em meio de tantos acontecimentos vou me pronunciar oficialmente! Nós não somos um casal! Mantemos um vinculo que é maior do que qualquer atitude dentro da casa, positiva ou negativa. Esse vinculo é o nosso filho. Não concordo com as atitudes errôneas em alguns momentos dentro da casa, pelo contrário, são atitudes na qual eu não compactuo e nem defendo, porém as consequências serão arcadas aqui fora. Estou sendo julgada, ameaçada e isso está fora do meu alcance. Pessoas próximas, conhecidos, amigos, todo mundo virando as costas pra ele.

Independentemente do que está acontecendo e do meu posicionamento com as atitudes que ele vem tomando nessas últimas semanas, e em respeito ao nosso filho, estarei aqui pra dar o suporte que ele precisa e tentando orientar ele a seguir diante toda a rejeição que ele vem sofrendo. Não está sendo fácil e não será fácil daqui pra frente, mas tenho que ser racional e ajudar ele a amenizar essa situação, até mesmo pelo nosso filho. Que ele tenha sabedoria pra saber lidar com as situações e que aprenda com os próprios erros.

Não consigo julgar diretamente sem saber o que se passa lá dentro, o que acontece, qual a visão dos confinados. Enxergamos e interpretamos com o que achamos que é certo ou errado, mas só quem está lá sabe o que se passa e a intensidade das situações e sentimentos. Não passo pano. Lembrando aqui fora existem pessoas reais que estão sofrendo ataques dos mais cruéis como eu e a mãe dele que nada temos a ver. Peço que tenham o mínimo de empatia ao menos com a minha CRIANÇA. Desde já agradeço ao apoio dos que estão do meu lado e da minha CRIANÇA!".

(Foto:Reprodução/Instagram)