AnaMaria
BBB / BBB

Festa de confraternização da Globo que celebra o fim do BBB 22 barrou equipe e cobrou bebidas

Paulo Vieira afirmou que Rafa Kalimann pagou R$ 10 mil para turbinar a festa, mas não foi o que aconteceu

Da redação Publicado em 29/04/2022, às 20h30

Paulo disse que a influenciadora doou cerca de R$ 10 mil - Reprodução/@rafakalimann
Paulo disse que a influenciadora doou cerca de R$ 10 mil - Reprodução/@rafakalimann

Ao que tudo indica, os R$ 10 mil doados por Rafa Kalimann para "turbinar" a festa de comemoração do BBB 22 não foram suficientes para salvar o evento. Pelo menos foi o que disse o repórter Lucas Pasin, do UOL, nesta sexta-feira (29).

A comemoração, que aconteceu no Jardim Botânico, na zona Sul do Rio de Janeiro (RJ), foi marcado pela insatisfação de diversos funcionários da Rede Globo.

Tudo começou com o convite da confraternização, que pedia que todos os interessados em comparecer confirmassem presença. No entanto, após registratem o desejo de participar, foram informados de que nem todos poderiam entrar na festa.

De acordo com a publicação, os terceirizados passaram por um sorteio, e somente alguns puderam celebrar o fim do reality ao lado dos colegas de trabalho. Algumas pessoas até mesmo choraram ao serem barradas, visto que as confirmações aconteceram de forma aleatória.

Vale lembrar ainda que Paulo Vieira expôs em suas redes sociais que a apresentadora do "Bate-Papo BBB" havia doado cerca de R$ 10 mil para turbinar a festa, mas não foi isso que aconteceu.

Quem conseguiu participar da festa ressaltou o fato de que apenas o chope foi liberado. Qualquer outra bebida, inclusive água, precisava sair do bolso do colaborador. A comida também precisava ser paga.