AnaMaria
BBB / Saúde

Fiuk x Arthur: o cigarro e o exercício físico realmente influenciam no preparo físico de alguém? Entenda

Educadora física Carol Borba avalia resultado dos brothers nas provas do reality

Da Redação Publicado em 13/04/2021, às 15h13 - Atualizado às 15h17

Fiuk já saiu à frente de Arthur em algumas provas do 'BBB21' - Reprodução/ TV Globo
Fiuk já saiu à frente de Arthur em algumas provas do 'BBB21' - Reprodução/ TV Globo

O desempenho de Fiuk nas provas do 'Big Brother Brasil 21' tem causado espanto em parte do público do reality. Não pelo fato do artista levar uma vida desregrada no que diz respeito a prática de exercícios ou pelos inúmeros cigarros que fuma dentro da casa mais vigiada do Brasil, mas sim porque ele tem estado a frente do participante mais atlético da edição, Arthur Picoli.

A educadora física Carol Borba avaliou as provas em que os brothers participaram e explicou qual poderia ser o motivo desses resultados. Ela citou que Arthur, que é atleta de Crossfit e ostenta um corpo esculpido à base de muito treino e alimentação saudável, perdeu provas decisivas no jogo para Fiuk, surpreendendo o público que esperava um resultado diferente baseado no porte físico e estilo de vida do rapaz. 

"Muito se especulou a respeito. Disseram nas redes que Arthur é muito pesado e, por isso, não consegue ter agilidade nas provas. Disseram que no BBB ele não tem se alimentado de forma adequada para sustentar seu porte físico. Especularam que, em seu treino, faltam exercícios aeróbicos e que, por conta disso, não consegue se dar bem nas provas. Falaram até mesmo de falta de força", comenta a educadora física.

"Praticamente todas suas capacidades físicas foram questionadas, mas um ponto importante, talvez o mais decisivo de todos, não foi colocado em pauta: o psicológico." explica Carol.

A MENTE CONTROLA O CORPO

Com mais de 250 milhões de views em seu canal do Youtube e o prêmio de melhor influenciadora fitness pela Influency.me, Carol, que é atualmente uma das principais profissionais do mercado fitness no país, fala ainda sobre a pressão psicológica envolvida em uma dinâmica como as das provas do BBB.

"Eu, como educadora física, ouço constantemente pessoas que separam o físico da mente. Tratam o corpo como se fosse algo à parte e como se não se misturasse com a mente. Esquecemos que somos um ser unificado e que a mente controla o corpo", destaca a profissional.

Borba diz que, no caso de Arthur e Fiuk, é óbvio que o primeiro possui mais força e resistência, é um atleta de ponta de Crossfit, modalidade que é famosa por trabalhar todas as capacidades físicas. Mas ela alerta que independente do tipo de prova, quando algo está em jogo, não se pode esquecer da pressão psicológica. 

"Penso que Arthur carrega consigo uma pressão a mais: a pressão estereótipo. Todos mostraram isso quando ficaram abismados vendo o crossfiteiro perder uma prova de resistência para Viih Tube e demais provas para Fiuk. Porque ele não poderia perder? Porque seu estereótipo incita que vá vencer tudo que envolve "o corpo". Um estereótipo pode ajudar, mas pra muitos pode se tornar uma pressão excessiva e virar uma armadilha", afirma Carol.

Para a educadora física, talvez Arthur estivesse muito confiante ou, em seus pensamentos,  ficasse martelando que não poderia perder para ninguém e, assim, a ansiedade chegou e atrapalhou. 

"Enfim, a pressão mental e psicológica atrapalhou Arthur de alguma forma e atrapalha muitos de nós em diferentes tarefas do dia. A mente controla o corpo, disso sabemos, e é por esse motivo que  não podemos mudar a frase para 'a mente atrapalha o corpo'. Vamos usá-la a nosso favor assim como tem feito Fiuk" conclui Carol Borba.