bbb   / Pós-reality

Gilberto, eliminado do ‘BBB21’, em conversa com Ana Maria Braga: ''Sempre fui muito intenso’’

Economista desabafou sobre amizades, relacionamentos, reencontro com a mãe e aceitação fora do reality

Da Redação Publicado segunda 3 maio, 2021

Economista desabafou sobre amizades, relacionamentos, reencontro com a mãe e aceitação fora do reality
Gilberto falou, com Ana Maria Braga, sobre sua passagem na casa mais vigiada do Brasil - TV Globo

Gilberto Nogueira, último eliminado do ‘Big Brother Brasil 21’, bateu um papo com Ana Maria Braga na manhã desta segunda-feira (3). A apresentadora do ‘Mais Você’ se mostrou bastante chocada com a saída do brother. "Não esperava esse encontro hoje. Não estava preparada. Achei que só iria vê-lo depois da final", disse, logo no início do programa.

Gil se mostrou contente por todo o carinho que está recebendo do público. "Todo mundo me aceitando e me apoiando. Tive muita insegurança para saber se as pessoas gostavam de mim", afirmou.

Ele também falou sobre sua personalidade. "Sempre fui muito intenso em tudo o que fazia. Nem sempre essa intensidade foi muito boa"

O ex-BBB, que atingiu 10 milhões de seguidores em seu perfil no Instagram, também contou a origem de seu apelido, ‘Gil do Vigor’: “Veio antes do BBB. Tenho uma amiga que falava 'tem que vigorar'. Estudava, estudava, estudava e sou do vigor. Na faculdade, não dizia 'bom dia'. Eu dizia: 'Vigora'. E passei a ser conhecido como Gil do Vigor."

RELAÇÕES NA CASA
Gilberto também comentou sobre o affair que viveu com Lucas Penteado, afirmando que acredita que eles irão conversar. Mas declara: "Ainda estou solteiro. Estou solteiro, Brasil".

Em tom de brincadeira, o economista comentou o ‘casamento’ entre Juliette Freire e Fiuk, que diziam que se uniriam apenas se o pernambucano estivesse incluso no pacote: "Eu saí e Fiuk casou, não esperou nem o caixão esfriar", disse, rindo.

Sobre o ator e cantor, com quem ele chegou a trocar um selinho, o ex-brother falou que pretende continuar a amizade. “Eu amo aquele menino. Ele é muito legal e, às vezes, incompreendido, a galera não entendia o jeitinho de ‘Seu Fiuk’ dele. Tem um grande coração. Tenho um amor verdadeiro por ele. É amor e respeito. O amor carnal, não. Ele é meu amigo. É que lá bate a carência.”

O economista também se declarou para a maior aliada no jogo, Sarah Andrade. "Eu e Sarah somos dois cancerianos e vamos na emoção. Teve um dia que eu acordei e falei para Sarah: 'Nós dois somos os vilões'. A moléstia foi quando eu e a Sarah voltamos dos paredões na sequência. Depois de muita rejeição, passamos a nos sentir aceitos. Quando entrei no BBB, achava que amigo só aqui fora. A Sarah é especial, sabia que eu tinha um ombro para chorar quando precisava. Levarei ela para a vida toda e poderei contar com ela para sempre."

SUCESSO DA MÃE
Gil não perdeu a oportunidade e comemorou o sucesso da mãe, dona Jacira Santana, que acumula uma legião de 240 mil fãs. "Minha mãe virou um fenômeno na internet e estou muito feliz. Não há prêmio que pague minha mãe dizer que está com muito orgulho de mim."

Ele também comentou as teorias mirabolantes que criou durante o programa. "O Big Brother é diferente a cada ano. Se eu passar estudando o BBB ano a ano. É intenso, é de verdade. Criava teorias na minha cabeça e, com meu bocão, eu me ferrava. Poderia ter pensado mais, falado menos.” Pelo menos, disse o brother, esses pensamentos ocuparam a cabeça dele

Por fim, Gil declarou que acredita que Juliette leve o prêmio, considerando o tamanho da torcida dela aqui fora. “Pelo que eu vi depois que saí, acho que a Juliette vai ganhar disparado, mas os três merecem. Eu soube que a torcida dela se juntou para votar em mim e que eles são muito fortes e dedicados e, pelo que eu me lembro, uma torcida empenhada consegue fazer seu favorito vencedor em uma final”. 

Último acesso: 21 Sep 2021 - 10:05:58 (1144452).