AnaMaria
BBB / BBB

Irmão de Rodrigo Mussi afirma que o rapaz precisará de uma nova cirurgia

Diogo Mussi afirmou que a cirurgia acontecerá para implantação de uma haste na perna do ex-BBB

Da redação Publicado em 05/04/2022, às 20h30

Rodrigo está se recuperando de um grave acidente - Reprodução/TV Globo
Rodrigo está se recuperando de um grave acidente - Reprodução/TV Globo

Diogo Mussi, irmão do ex-BBB Rodrigo Mussi, atualizou os fãs sobre o estado de saúde do rapaz, na tarde desta terça-feira (05). O gerente comercial sofreu um grave acidente de carro durante a última semana.

Segundo relato, publicado nos stories do Instagram, Rodrigo precisará de uma nova cirurgia para colocar uma haste na perna direita.

"O monitor da cabeça foi retirado, o que é excelente. O Rodrigo segue agitado e se mexendo bastante. O despertar tem que ser controlado, o que os médicos estão fazendo muito bem", disse Diogo.

"A cirurgia será para a remoção da 'gaiola' e colocação de uma haste na perna direita. Vamos continuar nessa corrente positiva, faz toda a diferença. Ele vai acordar em breve, podemos sentir", concluiu.

Antes de publicar o boletim médico, o parente relatou ainda que o quadro de Mussi é grave, mas que pela retirada controlada da sedação, ele tem se movimentado.

RESGATE

O ‘Fantástico’ entrevistou os bombeiros responsáveis pelo resgate de Rodrigo Mussi, no último domingo (3). Os profissionais relataram que o ex-BBB foi encontrado praticamente inconsciente após o acidente de carro e teve uma parada cardiorrespiratória a caminho do hospital.

"Ele apresentava um nível de consciência abaixo de uma pessoa normal. A resposta dele, tanto verbal, que seriam só sons e gemidos, a ocular não apresentava nenhuma resposta, não era reagente. E a física também não tinha resposta", relembrou um dos sargentos do Corpo de Bombeiros responsável pelos primeiros socorros de Rodrigo.

Os entrevistados também revelaram que o ex-brother sofreu uma parada cardiorrespiratória antes de chegar ao Hospital das Clínicas de São Paulo, onde está internado em estado grave desde a última quinta-feira (31).

"A equipe da guarnição de resgate iniciou a massagem cardiopulmonar até a entrada do centro cirúrgico (...) O que eu pude fazer foi conversar com ele e manter ele acordado pra ele não se mexer e prejudicar mais o quadro", acrescentaram os socorristas.