AnaMaria
BBB / BBB

Pai de Gilberto, do ‘BBB21’, quer reencontro após 15 anos de rejeição

O ex-porteiro renegou o filho na infância devido à sua cor de pele e à dependência química

Da Redação Publicado em 20/04/2021, às 10h06 - Atualizado em 22/04/2021, às 09h23

Sr. Gilberto disse sentir orgulho do filho no reality show - TV Globo e Instagram/@gilnogueiraofc
Sr. Gilberto disse sentir orgulho do filho no reality show - TV Globo e Instagram/@gilnogueiraofc

A vida de Gilberto Nogueira promete estar cheia de novidades após a saída do ‘Big Brother Brasil 21’, entre elas o possível reencontro com o pai, após 15 anos de ausência. Em entrevista ao portal Extra, o ex-porteiro, que também se chama Gilberto, disse ter retomado o contato com a família e que pretende se reaproximar do filho ao final do reality show. 

Sr. Gilberto afirmou estar acompanhando o 'BBB21' e que não vê a hora de reencontrar o economista: "Só quero poder dar um abraço nele e dizer que o amo muito. Nunca disse isso para o meu filho". 

Apesar disso, a relação entre pai e filho nem sempre foi das mais tranquilas ou, até mesmo, chegou a existir. Gil do Vigor foi abandonado pelo pai quando tinha apenas quatro anos. Um dos motivos para tal foi a pele clara do menino, o que fez com que o patriarca duvidasse ser o seu filho legítimo. 

O último contato entre eles foi anos mais tarde - quando Gil o convidou para assistir a um concurso de modelos do qual participava. Na ocasião, o ex-porteiro recusou, dizendo que tinha vergonha do próprio filho. Para completar, Jacira Santana, mãe do participante do ‘BBB21’, afirmou que o ex-marido era dependente químico e praticava violência doméstica contra ela e os filhos. 

Atualmente, o Sr. Gilberto disse que está mudado e sente orgulho ao assistir o filho na televisão. "Meu filho está realizando um sonho, é um batalhador mesmo, estudioso, chegou longe onde ninguém podia imaginar", elogiou. 

Outra questão trazida à tona na entrevista foi a homossexualidade de Gil, a qual o pai revelou não se importar. "Eu fiquei surpreso com ele. Mas não tenho preconceito do meu filho ser gay, não. Acho que isso ficou mais na cabeça dele do que na minha", disse. 

Por fim, o pai de Gilberto contou que está desempregado e vive de bicos. Segundo ele, já conseguiu superar o vício em crack há alguns anos, porém ainda não conseguiu se livrar totalmente do álcool. "Não vou mentir. Ainda bebo de vez em quando". Apesar das dificuldades, ressalta não ter nenhum interesse no dinheiro arrecadado pelo filho após o ‘BBB21’.