AnaMaria
BBB / Acidente

Rodrigo Mussi usava Presente do Anjo no momento do acidente; entenda

Carro de aplicativo que Rodrigo Mussi era da marca patrocinadora do almoço do Anjo no ‘BBB 22’

Da Redação Publicado em 01/04/2022, às 12h25

Rodrigo Mussi estava em carro da marca patrocinadora do ‘BBB 22’ - Reprodução/Globo
Rodrigo Mussi estava em carro da marca patrocinadora do ‘BBB 22’ - Reprodução/Globo

A marca de aplicativo de caronas responsável pelo carro em que Rodrigo Mussi estava no momento do acidente, na madrugada da última quinta-feira (31), era nada mais e nada menos do que uma das patrocinadoras do ‘BBB 22’. Mais especificamente a que organiza o almoço do Anjo.

Rodrigo, que ganhou duas provas do anjo, havia acumulado R$ 20 mil de saldo para viajar com o aplicativo. Ou seja que, ao que tudo indica, o ex-brother estava usando seu prêmio do Anjo no momento em que sofreu o acidente que o deixou em estado grave no hospital.

Em nota enviada à imprensa, a empresa reconheceu o envolvimento e se colocou à disposição: "A 99 confirma que Rodrigo Mussi estava em uma corrida da plataforma, quando o carro em que estava se envolveu em uma colisão, na última quinta-feira (31), em São Paulo. A empresa lamenta profundamente o acidente e informa que está em busca de contato com os familiares do passageiro e motorista para oferecer apoio e acolhimento necessários. A 99 irá colaborar com as autoridades no que for preciso durante a investigação".

O MOTORISTA

Na manhã desta sexta-feira (1°), o motorista, Kaique Reis, deu uma entrevista ao Bom Dia SP (Globo). Durante a conversa, o condutor revelou detalhes do momento em que o carro se chocou contra o caminhão.

"Só vi o airbag na minha cara. Provavelmente devo ter dado uma cochilada, sono, alguma coisa, e infelizmente teve esse acidente", relatou ele.

Kaique afirmou que ele estava usando cinto de segurança, enquanto Rodrigo não. “Solicitei para ele usar o cinto também, porém eu não tenho que ficar olhando toda hora para trás para ver se o cara está de cinto ou não, é a cabeça do cara", detalhou.

Ao concluir, o motorista ainda revelou que Rodrigo estaria bêbado. "Ele saiu [foi resgatado] por bombeiros, na maca, falando meio enrolado. Mas, por conta do álcool, não estava com o diálogo muito bom", afirmou Reis.