AnaMaria
Bebês / Iti malia!

Oito filhotes reforçam a tropa canina da Guarda Municipal do Rio de Janeiro

Todos os cãezinhos foram batizados com nomes iniciados pela letra O

Da Redação Publicado em 20/08/2021, às 10h26 - Atualizado às 10h26

Os criminosos já podem temer! - Robert Gomes/Divulgação
Os criminosos já podem temer! - Robert Gomes/Divulgação

A Guarda Municipal do Rio ganhou um reforço bem fofo em sua equipe! Isso porque oito novos cães irão compor a tropa canina da corporação, após o nascimento dos filhotes. Agora, o Grupamento de Cães de Guarda (GCG) passa a contar com 38 cães.

A curiosidade é que os novos "policiais" foram batizados com nomes iniciados pela letra O [Osíris, Orion, Ômega, Orfeu e Odin], pois cada ninhada que nasce recebe uma letra do alfabeto sucessivamente. A tradição ajuda um melhor controle e identificação das matilhas.

De acordo com o G1, a ninhada - com cinco machos e três fêmeas - nasceu em 12 de julho, no Canil Maternidade da GM-Rio, que fica em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro (RJ). Todos são da raça Belga de Malinois, amplamente utilizada por forças policias no mundo.

A tropa canina da guarda tem cães das raças Belga de Malinois, Pastor Alemão, Fox Paulistinha e Dálmata. A boa notícia é que a última “contratação” de agentes caninos aconteceu em 2017 e 2018.

ESTÍMULOS
O treinamento desses recrutas fofos vai começar em breve. Desde bem pequenos, eles recebem estímulos dos guardas adestradores para se ambientarem à rotina do grupamento, que começa com brincadeiras até chegar à introdução a comandos de obediência.

Já quando completarem um ano, os novos cães irão para as ruas para serviços operacionais e trabalho de cinoterapia, que é o emprego de animais em sessões terapêuticas; e para as apresentações de showdog, que têm o objetivo de interagir com a população.

Veja mais fotos dessas fofuras!


Como podem ser tão fofinhos? (Crédito: Robert Gomes/Divulgação)

Como podem ser tão fofinhos? (Crédito: Robert Gomes/Divulgação)