AnaMaria
Beleza e Estilo / Entenda

Quais são os reais benefícios trazidos pela touca de cetim na hora de dormir?

Prática tem se popularizado entre as sisters no BBB 22; especialista explica

Da Redação Publicado em 24/02/2022, às 08h20

Brunna Gonçalves e Jade Picon usam touca de cetim. - Montagem/TV Globo
Brunna Gonçalves e Jade Picon usam touca de cetim. - Montagem/TV Globo

A última eliminada do BBB 22, Brunna Gonçalves, chamou a atenção fora da casa por usar touca de cetim para dormir. Outra adepta do método é a digital influencer Jade Picon, que virou meme por conta do uso do acessório. Mas para quem, exatamente, a toca de cetim é indicada?

De acordo com a cientista Jackeline Alecrim, expert em saúde do cabelo, o controle do frizz do cabelo é apenas um dos benefícios de usar toca de cetim. “O material, porém, traz outras vantagens para a pele, sendo uma ótima pedida na hora de escolher a fronha dos travesseiros”, pontua a pesquisadora.

Segundo Jackeline, o algodão presente nas fronhas convencionais pode ser um dos grandes causadores dos temidos ‘bad hair days’. “Ele retira os nutrientes do cabelo e da pele, podendo comprometer até mesmo o nosso skin care, “roubando” os ativos que penetraram na pele e no cabelo”, explica a especialista.

VALE A PENA

Ao contrário do algodão, o cetim não absorve a oleosidade natural do cabelo e ajuda-o a manter-se alinhado. “O cetim conserva os nutrientes dentro da fibra capilar e neutraliza as cargas elétricas do cabelo por reduzir o atrito que acontece durante o sono”, detalha Jackeline Alecrim.

Os benefícios podem ser ainda maiores para as donas dos cachos, pois são o tipo de cabelo mais afetado pelo aparecimento do frizz. “É válido ressaltar que o uso do cetim é bom para todos os tipos de cabelo, mas para as crespas e cacheadas os efeitos podem ser ainda mais satisfatórios”, conta.

Na hora da escolha, porém, é importante optar por tecidos de boa qualidade, para que os benefícios sejam garantidos. “A touca de cetim deve ser de boa qualidade e duplamente forrada, para que o cabelo tenha contato com a parte brilhante do tecido, que é a que mantém os benefícios”, afirma.