AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria
Notícias / Beleza e Estilo / Empreendedorismo

Serviços em domicílio: por que um mercado promissor?

Veja como empreendedora transformou R$ 5 mil em rede de spa que fatura R$ 5,2 milhões

Karla Precioso Publicado em 30/07/2022, às 08h00

Com R$ 5 mil emprestados, Luciana Piquet fundou o SPA Express - Giorgio Trovato/Unsplash
Com R$ 5 mil emprestados, Luciana Piquet fundou o SPA Express - Giorgio Trovato/Unsplash

Já faz dez anos, mas Luciana Piquet ainda se lembra do episódio. Ela estava na sala de espera de um consultório médico e, na época, não tinha acesso a um celular com redes sociais.

Entediada à espera do atendimento, pensou que, como teria um evento naquela noite e não estava com as unhas feitas, seria interessante ter um carrinho de manicure para atender as mulheres enquanto aguardavam. Esperta e já começando a demonstrar sua veia empreendedora, decidiu oferecer esse tipo de serviço. 

Com R$ 5 mil emprestados, fundou o SPA Express, em João Pessoa (PB), um negócio que cresceu de maneira incrível e hoje conta com 44 franquias em 39 cidades de todo Brasil, mas agora oferecendo serviços de beleza em domicílio. 

Em 2021, foram mais de 10 mil clientes e um faturamento de 5,2 milhões: “Percebi que poderia transformar o tempo ocioso em algo útil no dia de milhares de pessoas. A ideia era simples: oferecer serviços de manicure e pedicure nas salas de espera de consultórios. Com ajuda do meu pai, que emprestou o capital para o início do negócio e desenvolveu também um carrinho que integrava um banquinho à maleta de serviço para as manicures circularem pelas clínicas, nasceu meu próprio negócio”, fala orgulhosa. 

PONTAPÉ INICIAL

Quando começou o negócio, em 2011, então com 23 anos, a empreendedora contratou manicures, montou carrinhos com utensílios e fechou parcerias com consultórios Interessados no serviço. “Os médicos gostaram muito, porque era um atrativo ter aquele serviço de uma forma profissional na clínica”, afirma. 

O atendimento era feito de forma independente, e as clientes pagavam por ele diretamente para a Spa Express. Com o tempo, as consumidoras começaram a pedir para receber o serviço em domicílio. Em 2013, Piquet decidiu adotar esse formato. 

“Percebi que em casa era possível oferecer outros tipos de serviços e contratei mais profissionais para acrescentar tratamentos estéticos faciais e corporais”, diz a empreendedora.

O SUCESSO VEIO A GALOPE

O sucesso foi tanto que, no ano seguinte, ela decidiu franquear o negócio e focar apenas nesse tipo de procedimento. Para se diferenciar, a empresa criou seus próprios serviços de

estética: “Criamos linhas com muita qualidade e aumentamos o nosso número de serviços”.

Desde o início, as franquias se espalharam pelo país e hoje estão em todas as regiões. Segundo ela, a expansão se deve, em grande parte, à divulgação boca a boca. “Crescemos de uma maneira muito orgânica porque nossas franqueadas são muito bem relacionadas. Vendemos muito por indicação”, conta. 

Agora, a empresa está em fase de expansão internacional. A previsão é abrir uma unidade em Los Angeles, nos Estados Unidos, e aprender ainda mais sobre o mercado para comercializar outras unidades nos EUA.

TRABALHO PROMISSOR

O mercado de franquias tem mostrado um bom desempenho em relação a outros setores de comércio e serviços. Uma das modalidades que vêm crescendo dentro do segmento no Brasil é a home based ou home office, ou seja, serviços variados feitos a domicílio.

Alguns dos motivos para que essas franquias venham atraindo empreendedores são os horários flexíveis, o baixo investimento, rápido início da operação e redução de despesas, como é o caso do SPA Express: “Nosso modelo de negócios tem atraído principalmente mulheres que, além de se identificarem com esse mercado, procuram mais flexibilidade na sua rotina, podendo trabalhar de casa, com muito mais conforto e baixo custo”, encerra a empresária.

PASSOS PARA QUEM QUER EMPREENDER

“Organize-se! Se você quer empreender, pesquise o mercado, identifique qual negócio combina com seu estilo de vida, defina um limite de investimento, procure saber as reais chances de payback do negócio, construa cenários pessimistas, realistas e otimistas para ter planos estratégicos para todos eles, estude, escute opiniões apenas de pessoas confiáveis e tenha uma certeza na sua cabeça: um novo negócio é um novo filho”, indica Luciana como começar no mercado.

“Precisa de atenção, dedicação, amor e investimento de tempo e dinheiro. Não é uma tarefa fácil, mas, para você, precisa ser prazerosa. O mais importante é: não tenha medo de errar. Sempre segui a teoria do ‘fail fast, fail often’ (falhe rápido, falhe frequentemente). Avançamos com o que nós tínhamos e fomos encontrando as soluções pelo caminho. Acredito que os erros e obstáculos são sempre uma oportunidade para evoluir”, finaliza.