10 problemas de visão mais comuns

Excesso de lacrimejamento, visão dupla, necessidade de esfregar os olhos com frequência e vermelhidão frequentes. Tudo isso indica que há algo de errado nos seus olhos!

Júlia Arbex Publicado quarta 30 maio, 2018

Excesso de lacrimejamento, visão dupla, necessidade de esfregar os olhos com frequência e vermelhidão frequentes. Tudo isso indica que há algo de errado nos seus olhos!
10 problemas de visão mais comuns - Shutterstock

A lista de doenças que podem atingir a nossa visão é enorme e, pior, elas podem ir se desenvolvendo ao longo da vida, devido a traumas, lesões, doenças crônicas e até mesmo por conta do envelhecimento natural do nosso organismo. “Assim como todo o corpo, os olhos também dão sinais de que há algo de errado. Eles coçam, lacrimejam e ficam vermelhos. Muitas patologias oculares começam dessa forma e, se não forem diagnosticadas rapidamente, podem trazer prejuízos à visão”, alerta o oftalmologista do Hospital CEMA, Omar Assae. A seguir, conheça os principais males:

Vermelhidão

Pode ser causada por irritação, uso de cosméticos vencidos, presença de algum corpo estranho ou devido a um problema ocular, que pode ser desde uma simples conjuntivite até casos mais graves, como uveíte (inflamação nas estruturas internas do globo ocular). Se seus olhos ficarem vermelhos por mais de cinco dias, não utilize nenhum medicamento sem prescrição e procure um oftalmologista.

Coceira

Não costuma ser nada grave. Geralmente indica alguma irritação ou alergia ocular, que pode ser causada pela presença de corpos estranhos, ou alguma inflamação, como conjuntivite. O uso inadequado de lentes de contato também pode ser prejudicial. Se você estiver com uma sensação de areia nos olhos, procure um oftalmologista para realizar o diagnóstico. E nada de coçar com as mãos sujas, o que pode piorar muito o problema.

Caroços

Uma condição muito comum que causa caroços ao redor dos olhos é o hordéolo, também conhecido como terçol. A doença, que provoca uma inflamação e inchaço nas pálpebras, pode ser tratada com compressas de calor úmido. Além disso, é preciso lavar as mãos várias vezes ao dia e evitar passá-las na região.

Lacrimejamento

Algumas inflamações, como a conjuntivite, e a exposição a produtos químicos provocam esse sintoma. Mas o mais comum é que o lacrimejamento seja decorrente de uma produção excessiva de lágrimas, drenagem inadequada das lágrimas ou a combinação de ambas as causas. Caso o problema persistir e incomodar, é importante buscar ajuda médica.

Olho seco

Na maioria das vezes, indica a síndrome do olho seco, condição que provoca um ressecamento na superfície ocular devido ao mau funcionamento nas glândulas que produzem as lágrimas. Os principais sintomas são secura, vermelhidão, coceira, ardor, sensação de corpo estranho nos olhos. O tratamento é feito com a aplicação de lubrificantes oculares.

Dificuldade para enxergar de longe

Esse problema está relacionado, na maioria das vezes, a alterações na refração no globo ocular, como a miopia, que ocasiona desvios na formação de imagens na retina. Esta doença geralmente é diagnosticada em crianças, pois é quando os olhos estão em processo de desenvolvimento. O surgimento da miopia em adultos pode estar associado a diabetes descompensada ou catarata.

Dificuldade para enxergar de perto

A hipermetropia, ou dificuldade para ver com nitidez objetos que estão próximos, pode acontecer principalmente por conta de o eixo do globo ocular ser mais curto que o normal. Ela pode ser corrigida com óculos, lente de contato ou até mesmo com cirurgia.

Vista embaçada

Quando parece que existe uma névoa na frente dos olhos, que impede ver com clareza, pode ser sinal de diversas doenças oculares, como catarata, presbiopia (a vista cansada), glaucoma e degeneração macular relacionada à idade.

Manchas na visão

Existem vários tipos de manchas na visão, que apenas com a realização de exames é possível diagnosticar. Algumas podem ficar “dançando” na frente dos olhos e outras ficam paradas, mas cobrem parte da visão. Elas podem estar relacionadas à degeneração macular (perda da visão conforme vai envelhecendo) e ao descolamento de retina.

Visão dupla

A visão dupla é a condição em que uma pessoa enxerga duas imagens de um único objeto. Ela pode estar relacionada a uma diferença de grau, ou seja, o paciente está usando um óculos ou lente de contato com o grau maior ou menor do que deveria ou a problemas como acidente vascular cerebral (AVC). Teve a visão dupla? Vá o quanto antes ao oftalmologista.

Último acesso: 27 Nov 2021 - 13:12:16 (1041831).