AnaMaria

15 exercícios para manter o cérebro em forma

Conheça as razões mais comuns do esquecimento temporário ou permanente e aprenda técnicas simples para turbinar seu poder de concentração e lembrança

Júlia Arbex Publicado em 25/07/2017, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

15 exercícios para manter o cérebro em forma - iStock
15 exercícios para manter o cérebro em forma - iStock
Principais causas da falta de memória

FALTA DE ATENÇÃO 
A grande maioria das pessoas, em algum momento, já esqueceu o que ia pegar na geladeira, onde guardou a chave de casa ou o que vestiu no dia anterior. “Lapsos de memória são pouco frequentes e não muito intensos. Podem ocorrer por vários motivos, desde envelhecimento até doenças neuropsiquiátricas”, explica Fábio Porto, neurologista do Hospital Moriah e do Hospital das Clínicas, ambos de São Paulo. No entanto, este tipo de apagão acontece por falta de concentração, uma vez que o lobo frontal, responsável pela atenção e pelas memórias transitórias, tem capacidade limitada de armazenamento. Portanto, só tem chances de ir para a lembrança permanente o que for selecionado pela concentração.

ESTRESSE CRÔNICO 
Tanto a exaustão quanto a ansiedade podem prejudicar a memória e o foco. Por que isso acontece? Quanto mais o cérebro está sobrecarregado, mais difícil será para conseguir se concentrar e guardar novas informações. Por isso, relaxe o corpo e a mente sempre que puder.

TRAUMAS PSICOLÓGICOS 
Dependendo do abalo, a pessoa pode esquecer episódios relacionados ao tal evento. 

TOXINAS 
O excesso de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas age diretamente no sistema nervoso, diminuindo a função cerebral e ainda prejudicando neurônios de determinadas áreas do cérebro. 

AMNÉSIA 
“Não é uma doença, mas um sintoma. Pode ser resultado de envelhecimento, deterioração das células cerebrais, infecções na região, lesões traumáticas (batida de carro) e doenças neurológicas degenerativas, como Alzheimer”, diz Porto. Existem alguns tipos do distúrbio, mas as principais são:
◗ Anterógrada: a pessoa lembra de eventos que aconteceram no passado, mas não consegue recordar o que houve recentemente. 
◗ Retrógrada: alguém que se lembra apenas dos acontecimentos mais recentes, mas apaga da memória eventos distantes. 

DOENÇA DE ALZHEIMER: 
“Trata-se de uma doença neurodegenerativa que se agrava com o passar dos anos. É a principal causa de perda progressiva de memória, atenção e linguagem na terceira idade”, esclarece. Além disso, a doença pode ser definida como uma dificuldade em aprender coisas novas e lembrar fatos recentes.

Treino virtual grátis
Um grupo de neurocientistas desenvolveu a plataforma Mente Tubinada, que oferece uma programação semanal de treinos para a mente ficar em forma. Os jogos são selecionados de acordo com as habilidades do seu perfil pré- cadastrado. Para pessoas de todas as idades, a Mente Turbinada está disponível em site (menteturbinada. com.br) e aplicativos para celular (Android e iOS). E é gratuito!

Malhação antiapagão!
Assim como qualquer órgão do corpo, nosso cérebro precisa ser estimulado para não ficar preguiçoso nem parar de funcionar. A seguir, selecionamos algumas técnicas para deixar a sua mente sempre afiada: 

1 Ao deitar, lembre desde quando acordou até as pessoas que encontrou – e quais roupas usavam. 

2 Pratique atividades que exijam concentração e raciocínio, como leitura, palavras cruzadas, quebracabeça, sudoku, dominó e baralho. 

3 Realize algo capaz de estimulá-la, como dança ou teatro. 

4 Faça exercícios aeróbicos. Vale caminhada, bicicleta ou corrida. 

5 Leia jornal, revista ou, ao menos, um capítulo de livro ao dia. 

6 Assista a um filme e depois conte, em detalhes, a história do longa para alguém. 

7 Mude a localização de objetos que costuma pegar sem pensar. 

8 Durma bem e respeite a quantidade de horas de que seu organismo necessita. O sono é essencial para fixar as atividades do dia, além de prepará-la para as tarefas do seguinte. 

9 Mantenha uma alimentação equilibrada, controlando a pressão e o colesterol. 

10 Malhar regularmente melhora a oxigenação cerebral. 

11 Evite o excesso de tabagismo e bebida alcoólica.

Cartas na manga!
Visando melhorar a memória e a concentração, Carla Silva criou a obra Ginástica Cerebral. Em forma de caixinha, o livro traz 100 cartas, cada uma com uma dica para malhar a mente. Confira quatro exercícios: 

1 Diga em voz alta os dias da semana na ordem inversa. Depois, fale em ordem alfabética. 

2 Escolha um objeto e diga dez coisas diferentes que você poderia fazer com ele. 

3 Vá ao dicionário, escolha uma palavra que não conhece e use-a em vários momentos do dia. 

4 Coloque uma revista de cabeça para baixo e comece a ler