AnaMaria

Antibióticos naturais para fazer em casa

Saiba como usar as plantas medicinais, que combatem as bactérias e turbinam a imunidade, a favor do seu organismo

Izabel Duva Rapoport Publicado em 29/08/2017, às 14h29 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Antibióticos naturais para fazer em casa - Shutterstock
Antibióticos naturais para fazer em casa - Shutterstock
As plantas antimicrobianas são indicadas para restabelecer o organismo e deixá-lo forte para produzir substâncias que combatam bactérias, evitando o consumo abusivo dos antibióticos vendidos em farmácia”, afirma Adauto Luiz dos Santos, docente de fitoterapia e homeopatia da Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo. Isso não significa que o tratamento natural substitui o alopático. A seguir, ele apresenta alguns antibióticos naturais e ensina como cada um deles pode trabalhar para melhorar a sua saúde.

Canela
Trata: resfriados, dor de garganta e micose. Fortalece o sistema imunológico, respiratório e circulatório (grávidas e mulheres menstruadas devem evitar a iguaria, que aumenta o fluxo sanguíneo).
Previne: resfriados e dor de garganta.
Uso: prepare um chá mergulhando 1 pau de canela para cada 250 ml de água fervente. Tintura: tome 25 gotas diluídas em 200 ml de água, duas vezes ao dia. Óleo essencial: pingue de 5 a 10 gotas para massagear os locais com micose.

Alho
Trata: gripes e resfriados, dores de cabeça, pressão arterial alta, além de fortalecer o sistema imunológico, respiratório e circulatório.
Previne: pressão alta e gripes.
Uso: tomar a tintura do alho duas vezes ao dia. Ingira 25 gotas diluídas em 200 ml de água. A tintura pode ser caseira ou comprada pronta.

Romã
Trata: ajuda na cicatrização, acelera a recuperação de infecções e alcaliniza distúrbios ácidos do estômago.
Previne: gastroenterite.
Uso: mergulhe 1 xícara (chá) de cascas de romã em 1 litro de água. Deixe ferver por 15 min. Conserve a panela tampada até amornar. Podem ser consumidas 4 xícaras (chá) de 250 ml por dia.

Gengibre
Trata: enjoos, gases, indigestão, gripes, dor de garganta, tosse e resfriados.
Previne: problemas respiratórios, digestivos e circulatórios.
Uso: faça água aromatizada com 1 litro de água e 5 rodelas de gengibre. Deixe a mistura dormir na geladeira e tome gelada. Tome até 2 litros por dia, em jejum ao acordar, antes das refeições e quando se sentir cansada. Ainda é possível ingerir a cápsula
seguindo a indicação do fabricante.

Cebola
Trata: fortalece o sistema imunológico e respiratório (dissolve as secreções das vias aéreas) e a circulação sanguínea.
Previne: infecções respiratórias.
Uso: faça chá com 1 colher (chá) de cebola crua picada para 250 ml de água fervente adoçada com uma colher (chá) de mel e ¼ de limão espremido. Xarope: misture uma cebola pequena picada com 100 ml de mel e 200 ml de água. Cozinhe, peneire e deixe esfriar. Tome uma colher (sopa) de 1 a 3 vezes ao dia.

Mel
Trata: todos os tipos fortalecem o sistema imunológico.
Previne: problemas respiratórios e úlcera gástrica.
Uso: como adoçante nas preparações caseiras. Em chás, use até 1 colher (sopa) para cada xícara de 250 ml.

Limão
Trata: cicatrização, acelera a recuperação de infecções e alcaliniza distúrbios ácidos estomacais.
Previne: gastroenterite.
Uso: esprema ½ limão em 1 litro de água. Junte ½ limão em pedaços com casca e deixe dormir na geladeira. Tome gelada.

Eucalipto
Trata: problemas respiratórios, bronquiais e intestinais, e dores no nervo ciático e musculares.
Previne: infecções respiratórias.
Uso: espalhe de 5 a 10 gotas de óleo essencial no local dolorido, duas vezes ao dia. Vale tomar o chá.

COMO FAZER A TINTURA

PLANTA SECA
■ 300 ml de água destilada
■ 700 ml de álcool
■ 100 g de planta seca

Preparo: misture a água e o álcool. Coloque a erva no frasco de vidro esterilizado e seco e cubra-a com a mistura líquida. Tampe bem, guarde em um local bem escuro e em temperatura ambiente durante um período entre 8 e 15 dias. Nesse tempo, agite uma ou duas vezes ao dia. Quando adquirir a cor da planta, a tintura estará pronta. Coe e guarde. Validade: dois anos se armazenada em local fresco, seco e escuro.

PLANTA FRESCA
■ 1 litro de álcool
■ 250 g de planta fresca

Preparo: lave a planta e deixe-a secar superficialmente. Pique-a em pequenos pedaços e coloque-a em um frasco de vidro de cor âmbar. Agora, encha o frasco com o álcool. Guarde em local escuro e seco durante dez dias. Depois, coe e guarde-a em frascos de cor escura. Validade: um ano quando armazenado em local fresco, seco e bem escuro.

Alerta: todo consumo de planta medicinal deve ser informado ao médico

Para ler mais sobre medicina natural, clique aqui

Os links externos fazem parte do Programa de Afiliados da Amazon, em parceria com a Revista AnaMaria.