Aumento da glândula mamária em meninos? Entenda o que significa ginecomastia da adolescência

“Em geral, a ginecomastia ocorre nas duas mamas, mas quando o desenvolvimento é unilateral (apenas em uma das mamas), uma investigação para outras causas, como infecção e trauma, deve ser iniciada”, diz especialista

Fernanda André Publicado domingo 12 setembro, 2021

“Em geral, a ginecomastia ocorre nas duas mamas, mas quando o desenvolvimento é unilateral (apenas em uma das mamas), uma investigação para outras causas, como infecção e trauma, deve ser iniciada”, diz especialista
Calma! O aumento da glândula mamária em meninos tem nome e solução - Banco de imagens

“Meu filho adolescente está com um aumento da glândula mamária. Isso é normal nessa fase?” - E. R., por e-mail

Tomo mundo já viu algum menino que, na puberdade, apresenta um aumento da glândula mamária. E alguns ficam tão envergonhados que chegam a retrair, evitando ir a praia, tirar a blusa para jogar bola... Chegam até a usar fita adesiva ou mais de uma blusa para disfarçar o problema. O nome do aumento das glândulas mamárias no sexo masculino é ginecomastia. 

Ela costuma acometer 60% dos adolescentes e ocorre principalmente devido a alterações hormonais dessa fase. Em geral, a ginecomastia ocorre nas duas mamas, mas quando o desenvolvimento é unilateral (apenas em uma das mamas), uma investigação para outras causas, como infecção e trauma, deve ser iniciada. 

O adolescente pode sentir dor ou sensibilidade nas mamas, mas isso tende a melhorar com o passar do tempo. Há três fases da vida em que a ginecomastia é fisiológica e transitória: nos recém-nascidos, na adolescência e na velhice. Raramente, a ginecomastia na adolescência é devido a doenças ou uso de medicamentos. 

Devemos nos preocupar sempre que ocorrer fora do período considerado fisiológico (mencionados acima) e se houverem sinais de inflamação, como vermelhidão e calor. Se houver tumoração testicular, mamas aumentando muito rápido ou secreção saindo dos mamilos, é preciso investigar mais profundamente.

É importante esclarecer que não existem estudos comprovando relação entre consumo de frango e ginecomastia. No entanto, os chamados disruptores endócrinos, que são substâncias que podem mudar a ação de um hormônio no organismo, podem estar envolvidos com o problema em meninos. Exemplos: agrotóxicos, substância BPA presente nos papéis de máquinas de cartão. 

FERNANDA ANDRÉ
@drafernandaandre Endocrinologista pediátrica pela Associação Médica Brasileira (AMB). Mestre em endocrinologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Último acesso: 26 Sep 2021 - 07:11:11 (1149863).