AnaMaria

Biotipo: saiba identificar qual é o seu e pare de sofrer atrás de um padrão irreal

Nossa colunista, Vanessa Fusrtenberger, explica a diferença entre eles

*Vanessa Fusrtenberger Publicado em 23/12/2020, às 08h20

É muito difícil determinarmos o biotipo de alguém apenas pelo aspecto visual - PublicDomainPictures/Pixabay
É muito difícil determinarmos o biotipo de alguém apenas pelo aspecto visual - PublicDomainPictures/Pixabay

Certamente você conhece alguma pessoa magra que come muito, mas não engorda de jeito nenhum. Ou então alguém que parece grande, mas, na verdade, tem apenas ombros largos. O que define esses traços tão pessoais é a genética, no que nomeamos de biotipo. Você sabe o que é isso?

Basicamente, trata-se da forma física que tem cada corpo, determinados por alguns fatores que variam de pessoa para pessoa (ex: constituição dos ossos, massa muscular, tipo de metabolismo, locais de acúmulo maior de gordura, entre outros).

O que você não imaginava é que existem treinos mais indicados para cada um desses biotipos, possibilitando que a pessoa alcançe mais rapidamente os resultados.

QUAL É O SEU?
De forma geral, eles são basicamente três:

  • ECTOMORFOS: são os magrinhos que comem e não ganham peso. Isso acontece porque essas pessoas têm o metabolismo ultra rápido, pernas e braços mais longos e cintura e quadril estreitos.
  • ENDOMORFOS: com um metabolismo lento, são aqueles que têm facilidade de ganhar peso e dificuldade para emagrecer. Braços e pernas curtos, cintura e quadril arredondados descrevem esses corpos. São indivíduos que precisam de mais motivação para se exercitar, pois têm dificuldade em ver resultados.
  • MESOMORFOS: privilegiados, têm facilidade para ganhar massa magra e também para emagrecer. Como possuem boa densidade óssea, conquistam resultados rápidos ao se exercitarem.

Os biotipos, além da aparência, dizem muito sobre o metabolismo. Por esse motivo, é importante fazer uma avaliação física para identificar com certeza qual é o seu. Assim, o profissional da educação física pode preparar um treino específico para você.

DICAS ESPERTAS 
É muito difícil determinarmos o biotipo de alguém apenas pelo aspecto visual, pois o corpo se adapta às mudanças, tipos de exercícios e dietas. Um bom personal, porém, sabe avaliar e determinar o tipo de corpo de cada um e, a partir disso, desenvolver um treino que traga o resultado esperado.

Se você identificou o seu biotipo, ou se treina com um um personal capacitado para tal, vou passar algumas dicas importantes que podem ser usadas na hora de montar a sua série de exercícios.

Os ECTOMORFOS precisam potencializar o ganho de massa muscular, tão difícil nesse corpo. Suas características genéticas criam um ambiente que dificulta a recuperação muscular, ou seja, treinar com mais volume e frequência ou técnicas mais avançadas de treino pode não ser a melhor estratégia para esse biótipo.

Isso porque é preciso descansar mais, além de fazer um volume moderado, para conquistar melhores resultados. O aumento da carga deve ser progressivo, evitando-se trocar muito de treino, pois a periodização leva à hipetrofia. Aqui, vale a pena investir em exercícios compostos e sem volume. É um biótipo que deve fugir dos aeróbios e pode ter uma dieta com mais gordura e carboidratos

Já os ENDOMORFOS, por sua vez, precisam intensificar a perda de gordura. Para isso, a frequência é importante para acelerar o metabolismo, assim como treinos circuitados e supersets (dois exercícios seguidos, tipo agonista e antagonista, sem intervalo). É importante conhecermos o metabolismo basal da pessoa com esse biótipo e intensificar treino e dieta.

No caso dos MESOMORFOS, apesar de terem facilidade para ganhar massa magra, não podem descuidar e precisam de um treino correto para ver diferença. Como ganham músculos e se adaptam facilmente, os treinos devem ser intensos e com cargas mais elevadas. Drop set, séries negativas, supersets – que são alguns métodos de treino da musculação- são excelentes, mas também é preciso se atentar ao descanso para evitar excessos.

VANESSA FURSTENBERGER é educadora física desde 1995. Mesmo sendo profissional do esporte, tinha dificuldade para manter o peso saudável, não tinha equilíbrio na alimentação e chegou a pesar 98 kg. Com 40 anos eliminou 40 kg e hoje ajuda pessoas a estabelecerem um estilo de vida saudável e equilibrado. Aqui em AnaMaria, compartilha dicas para um estilo de vida mais leve e com saúde! Instagram: @va.personal