Como diminuir os sintomas do climatério e a importância de se preparar para o momento

Este é o período que antecede e vai além da menopausa

Bianca Vilela, colunista de AnaMaria Publicado quinta 4 fevereiro, 2021

Este é o período que antecede e vai além da menopausa
Deve-se ficar um ano sem menstruar para definir que a menopausa ocorreu - Banco de imagens

Fala pessoal da AnaMaria! Hoje trago um tema pode te ajudar ou, no mínimo, será útil para as mulheres com quem você convive: menopausa! Para falar de um assunto tão sério, convidamos o ginecologista e obstetra Fabiano Serra, que separou algumas dicas de como viver melhor e com mais qualidade durante esse período de transição.

Antes de mais nada, precisamos falar que costuma haver uma confusão entre os conceitos de menopausa e climatério. A primeira atinge as mulheres na faixa dos 45 a 55 anos, e trata-se da última menstruação da vida. Fabiano ressalta que o diagnóstico é retrospectivo, uma vez que deve-se ficar um ano sem menstruar para definir que a menopausa ocorreu. 

Já o climatério é o período que antecede e vai além da menopausa. É a transição entre a fase reprodutiva e a não reprodutiva da mulher. Durante o climatério, vários sinais e sintomas podem surgir, dentre eles as famosas ondas de calor repentinas, produção de suor e pele ressecada.

Algumas mulheres podem sofrer com cansaço frequente, alterações de humor (irritabilidade, tristeza e ansiedade), além de alterações no sono, sudorese noturna, queda de cabelos, ganho de peso, dor de cabeça, secura vaginal, diminuição da libido e perda de urina.

"Gosto de lembrar que nem todas as mulheres vivenciam os mesmos sintomas e com a mesma intensidade. Respeitar a individualidade é muito importante, até para definir a necessidade e desejo de tratamento”, comenta o médico.

COMO CHEGAR SAUDÁVEL NESTA FASE?
Se tem algo que aprendemos nestes últimos tempos é que a prevenção é sempre a melhor escolha. Por isso, o ginecologista e obstetra separou algumas dicas de como chegar à menopausa com a saúde em dia. Confira!

  • Invista em você mesma: faça sempre atividade física (hidroginástica, caminhada, musculação, dentre tantas outras opções);
  • Faça escolhas alimentares saudáveis: sabe aquele alimento frito? Coma com parcimônia! O mesmo vale para os doces. Consultar-se com um nutricionista pode te ajudar!
  • Dê mais risadas: muitas mulheres chegam a essa fase da vida com a sensação de que não aproveitaram os bons momentos. Por isso, valorize sempre passeios e finais de semana para rir, além de massagens ou conversas com as amigas, por exemplo. Valorize as pequenas coisas.
  • Alto astral: se tiver dificuldade nesta área, pode ser interessante procurar ajuda psicológica.
  • Acompanhamento: mantenha suas consultas sempre em dia com o ginecologista!

JÁ ESTOU NO CLIMATÉRIO! E AGORA? 
Se você se sente incomodada com os sintomas clássicos, especialmente as famosas ondas de calor (fogachos), Fabiano também tem algumas dicas valiosas para driblar os sintomas e aproveitar melhor esta fase da vida!

  • Hidrate-se: beba água, pois isso pode ajudar a diminuir as ondas de calor.
  • Mexa-se: Não deixe de praticar exercícios, eles ajudam a atenuar os sintomas, aumentam a flexibilidade, o equilíbrio e ajudam na manutenção da massa óssea, prevenindo osteoporose e fraturas.
  • Alimentação natural: coma de forma balanceada, ingerindo alimentos “in natura”, principalmente de origem vegetal. Evite excesso de açúcar!
  • Menos cafeína: que tal diminuir o consumo de café e de bebidas alcoólicas? Ambos podem ter efeitos que agravam os sintomas.
  • Busque apoio: procure ajuda psicológica e converse com os familiares (inclusive parceiro, se houver) sobre essa transição e o fato de estar sendo difícil pra você! 

Reposição hormonal: essa é a maneira mais rápida de resolver boa parte dos sintomas desta fase. Essa decisão, porém, deve ser feita em conjunto com seu médico, de acordo com uma avaliação minuciosa sobre contra indicações e desejo de uso dos hormônios.

INSUFICIÊNCIA OVARIANA PRECOCE ("MENOPAUSA PRECOCE")?
Este é outro caso bastante comum. “Ela costuma acontecer principalmente em mulheres com mãe ou irmãs que passaram pelo mesmo problema, podendo surgir devido a fatores pessoais, genéticos ou autoimunes, além de externos, como cirurgias e tratamentos com radioterapia e quimioterapia”, afirma o médico.

Os sintomas do climatério aparecem antes dos 40 anos e a menopausa também costuma ocorrer antes dessa idade. Sobre o tratamento para casos assim, o especialista comenta: “O recomendado é a reposição hormonal com o uso de medicamentos à base de estrogênio e progestagênio (caso ainda tenha útero), sempre após avaliação ginecológica, não havendo contraindicações. Também é importante praticar atividade física e ter uma alimentação equilibrada, evitando o consumo de doces, gorduras e produtos processados”.

FIM DO DESEJO SEXUAL?
É claro que não! Existem muitas formas de tentar driblar a diminuição do desejo. Manter-se bem, saudável, com autoestima em alta e um parceiro que a apoie faz toda diferença. Para algumas, a reposição hormonal pode contribuir ainda mais, melhorando os sintomas desagradáveis da menopausa.

Mas não é a reposição hormonal sozinha que faz aumentar libido, sendo importante que a mulher e o parceiro estejam bem para que o desejo apareça. Muitas vezes é necessário um estímulo bacana para o desejo e a excitação. Um evento pré, tipo um jantar (sem enfiar o pé na jaca) também ajuda. Criar um clima pode ser importante.

“Há muitas mulheres que chegam no climatério com o desejo sexual aumentado. Isso pode ocorrer devido a essa nova fase, ao início de um relacionamento, ou a uma relação satisfatória. Nessa fase, muitas mulheres já criaram os filhos, já não se preocupam com gravidez, já diminuíram o ritmo de trabalho, além de várias outras reflexões. A vida fica, então, mais leve, o que pode contribuir com o desejo sexual”, explica Fabiano Serra.

BIANCA VILELA é mestre em fisiologia do exercício pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), palestrante e produtora de conteúdo. Desenvolve programas de saúde in company em grandes empresas por todo o país há mais de 15 anos. Na AnaMaria fala sobre saúde no trabalho, produtividade e mudança de hábitos. Instagram: @biancavilelaoficial

Último acesso: 18 Apr 2021 - 08:00:39 (1138835).