AnaMaria

Como o magnésio e o triptofano podem melhorar sua vida na menopausa

Entre os benefícios para a menopausa, estão relaxamento e qualidade do sono

Da Redação Publicado em 07/03/2022, às 08h00

Sintomas da menopausa podem ser driblados com a ajuda de magnésio e triptofano. - Pixabay
Sintomas da menopausa podem ser driblados com a ajuda de magnésio e triptofano. - Pixabay

A qualidade de vida de muitas mulheres acaba sendo afetada durante a menopausa. Uma pesquisa feita pela Plenapausa, avaliou cerca de 2.100 mulheres e descobriu que 88% delas sentem-se mais cansadas e com pouca energia no período, sendo que 82% delas tem dificuldades para dormir ou sofrem com um sono de má qualidade. Para amenizar as oscilações de humor típicas dessa fase e melhorar o bem-estar, ficar de olho nas vitaminas é uma boa pedida.

De acordo com a ginecologista Natacha Machado, o magnésio e o triptofano são ótimas opções, porque atuam como precursores da serotonina – o chamado hormônio da felicidade. Além disso, o magnésio tem um papel importante no sistema psico-neuro-endócrino e atua na síntese de DNA e RNA, normalizando a ação de hormônios como a progesterona e regulando o estrogênio, com resultados no humor, na disposição e na energia.

"Como contribui para o funcionamento do sistema nervoso central e regula o cortisol (hormônio do estresse), esse mineral alivia os sintomas da ansiedade, estresse e depressão, melhora o sono e o rendimento físico", explica. Já o triptofano é um aminoácido importante na síntese de proteínas e neurotransmissores essenciais para o equilíbrio do sono, com ganhos na qualidade e nas horas dormidas, além de controle do apetite e aumento da energia.

"Junto com o magnésio, ele é responsável pela sensação de prazer e bem-estar, controlando as oscilações de humor, a temperatura corporal e as funções cognitivas e motoras. Outra vantagem é sua influência sobre o comportamento alimentar, o que o transforma em um aliado no controle do peso e aumento da saciedade”, ressalta.

VEJA 7 ALIMENTOS RICOS EM MAGNÉSIO

  1. Abacate
  2. Nozes
  3. Amêndoas
  4. Leguminosas
  5. Peixes gordurosos
  6. Chocolate amargo
  7. Sementes de abóbora

VEJA 7 ALIMENTOS RICOS EM TRIPTOFANO

  1. Queijo
  2. Amendoim
  3. Castanha de caju
  4. Carne de frango
  5. Ovo
  6. Ervilha
  7. Pescada

SUPLEMENTAÇÃO

Ambas substâncias são consideradas como suplementos alimentares e podem ser tomadas sempre que houver carência no organismo ou necessidade de amenizar os sintomas. Mas a ginecologista ressalta a importância do uso correto e alerta sobre os excessos. “O ideal é que os pacientes passem por uma avaliação individualizada e usem as dosagens recomendadas, indicadas para as necessidades específicas de cada pessoa.”

Como um de seus benefícios é o relaxamento e qualidade do sono, o ideal é que os suplementos que contenham esses elementos sejam consumidos à noite, no horário do jantar ou uma hora antes de dormir. Para obter melhores resultados, o indicado, segundo a especialista, é que o uso seja feito regularmente. “Mais importante do que o horário é a constância e a adesão ao tratamento. A dica é não esquecer a dose diária”.