AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

Como resolver problema de mau hálito? Conheça também as possíveis causas

Descubra como resolver o problema de mau hálito com dicas de higiene oral, alimentação saudável e tratamentos eficazes. Melhore a saúde bucal!

como resolver problema de mau hálito - Foto: Reprodução/Freepik
como resolver problema de mau hálito - Foto: Reprodução/Freepik

O mau hálito, também conhecido como halitose, é uma condição que pode afetar significativamente a qualidade de vida de uma pessoa. No Brasil, estima-se que cerca de 30% da população seja afetada por esse problema, conforme dados da Associação Brasileira de Halitose.

Embora balas e chicletes possam mascarar o mau hálito temporariamente, eles podem piorar a situação. As bactérias na boca se alimentam de açúcares, produzindo ácidos que causam cáries e aumentam o mau cheiro.

AnaMaria conversou com a dentista Milene Portela sobre o assunto. Ela recomenda chicletes sem açúcar como uma opção mais segura, pois ajudam a estimular a produção de saliva sem alimentar as bactérias.

"É que as bactérias que vivem na boca da pessoa com halitose podem se alimentar dos açúcares presentes nas balas e chicletes, produzindo ácidos que contribuem para o aparecimento de cáries e para a potencialização desse odor já existente", ela explica.

Dossiê do mau hálito: entenda tudo sobre o problema e saiba como resolver

É preciso mesmo escovar os dentes do seu cãozinho? Especialista responde

Principais causas do mau hálito

As causas da halitose podem variar amplamente, incluindo fatores bucais e sistêmicos. Entre os fatores bucais, destacam-se:

Má higiene oral: a falta de escovação adequada e uso irregular de fio dental podem levar ao acúmulo de placa bacteriana.
Cáries e dentes quebrados: esses problemas dentários podem abrigar bactérias causadoras de mau hálito.
Restaurações inadequadas e doenças na gengiva: podem criar ambientes propícios para a proliferação de bactérias.

Fatores sistêmicos que podem influenciar a halitose incluem:

Condições de saúde: rinite, sinusite, amigdalite, infecções respiratórias e doenças gastrointestinais como gastrite e refluxo.
Diminuição da salivação: causada por estresse e certos medicamentos, a baixa produção de saliva reduz a capacidade de limpeza natural da boca.
Diabetes: pode afetar o hálito devido a variações nos níveis de glicose.

Afinal, chiclete faz bem aos dentes e tira o mau hálito? Especialista responde

6 dicas para manter seus dentes bonitos e saudáveis

Diagnóstico e tratamento da halitose

A maioria das pessoas não percebe o próprio mau hálito, o que pode levar a constrangimento e problemas sociais. Para tratar a halitose de origem bucal, é fundamental adotar práticas rigorosas de higiene oral:

Escovação correta: inclui a limpeza de todas as superfícies dentárias.
Uso diário de fio dental: remove resíduos alimentares entre os dentes.
Higienização da língua: com escovas ou raspadores específicos.

Outros tratamentos odontológicos podem incluir: Substituição de restaurações defeituosas. Remoção de tecidos cariados e restauração de dentes fraturados. Extrações dentárias, quando necessário.

Escova de dentes: como cuidar? Especialista soluciona dúvidas frequentes

Veja 7 hábitos para evitar em nome da sua saúde dentária e bucal

Criança com medo de dentista? Veja como estimular a escovação e não temer o consultório

Dicas para prevenir o mau hálito

Para prevenir a halitose, considere as seguintes dicas: Mantenha uma alimentação saudável e balanceada, preferencialmente a cada 3 horas.

Evite alimentos que intensificam o mau hálito, como cebola, alho, e alimentos gordurosos. Reduza o consumo de álcool e evite fumar. Hidrate-se adequadamente, bebendo bastante água ao longo do dia.

Para um diagnóstico e tratamento adequados da halitose, procure um cirurgião-dentista. Pelo Sistema Único de Saúde (SUS), é possível obter atendimento gratuito. Basta procurar a unidade de saúde mais próxima que disponha de uma equipe de odontologia.

Cuidar da saúde bucal e geral é essencial para prevenir e tratar a halitose, melhorando significativamente a qualidade de vida.

Leia também

Mau hálito: Entenda as causas do problema, que afeta 30% da população

Limpador de língua evita o mau hálito? Saiba como escolher e usar o objeto

Mau-hálito, bruxismo e dentes: veja 5 mitos e verdades sobre saúde da boca