AnaMaria

Conversa entre Amigas: convivência com vizinhos

O melhor caminho é buscar o diálogo

Karla Precioso Publicado em 20/11/2015, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Convivência com vizinhos - Dreamstime
Convivência com vizinhos - Dreamstime
“Meu vizinho vive fazendo muito barulho. Minha mãe é idosa e doente, e ele sabe disso. Ainda assim, não respeita dia e nem horário.  Parece pirraça! Estou a ponto de arrumar uma briga. Será esse o melhor caminho?”

L. S., por e-mail


O fato é: o contato com vizinhos é inevitável e, muitas vezes, seus ruídos são mesmo um problema. O ideal seria que o tal pirracento pensasse que o incômodo causado a você hoje pode ser sentido na pele por ele amanhã. Afinal, a vida dá voltas e é bem possível que ele um dia se depare com alguém tão ou mais desrespeitoso. Mas, como nem todas as pessoas têm consciência disso, respire fundo antes de perder a cabeça. O melhor caminho é buscar o diálogo. Pontue os problemas que o barulho vem causando à sua mãe. Talvez, assim, você consiga tocar o coração do indivíduo e fazê-lo entender que tolerância, educação e respeito são os alicerces da 
boa convivência. Boa sorte!

Sua amiga, Karlinha


Envie sua pergunta para o e-mail anamaria@maisleitor.com.br  (seu nome não será divulgado)