AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Coração com o dobro do tamanho é apontado como causa da morte de Taylor Hawkins; médico explica

Revista colombiana apontou que o coração de Taylor Hawkins pesava 600 gramas

Milena Garcia, repórter da AnaMaria Digital Publicado em 29/03/2022, às 12h00

Baterista do Foo Fighters morreu dois dias antes de se apresentar no Brasil - Fábio Tito/G1
Baterista do Foo Fighters morreu dois dias antes de se apresentar no Brasil - Fábio Tito/G1

A notícia da morte de Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, chocou o mundo na última sexta-feira (25). A banda iria se apresentar no Lollapalooza, em São Paulo (SP), no último domingo, mas o show foi cancelado devido à tragédia.

A causa da morte do músico, de apenas 50 anos, não foi divulgada até o momento. No entanto, a Fiscalía General de la Nación - equivalente à Procuradoria-Geral da República da Colômbia, país em que Hawkins morreu - afirmou que foram encontrados opióides e antidepressivos no exame toxicológico do artista.

Além disso, informações extraoficiais divulgadas pelos veículos colombianos ‘Semana’ e ‘El Tiempo’ apontam que haviam drogas na suíte do baterista e que, após sua morte, o coração de Taylor Hawkins pesava 600 gramas - o dobro do normal!

COMO ASSIM?

O cardiologista João Vicente da Silveira, do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo (SP), explica que esse aumento do tamanho do coração do integrante do Foo Fighters - devido ao uso crônico de drogas - pode, sim, ter provocado a tragédia.

De acordo com o especialista, o coração é composto de artérias coronárias, que irrigam o órgão e permitem que ele bata. "No entanto, substâncias como cocaína e heroína, por exemplo, promovem o fechamento dessas artérias - fazendo com que o sangue que banha o coração chegue lentamente, o que chamamos de isquemia”, ressalta.

Isso é comum quando o consumo de substâncias ilícitas é frequente. “Com o tempo, esse sangue chegando cada vez mais lento ao órgão acaba gerando fibroses e cicatrizes”, explica Silveira. Em termos técnicos, são justamente essas cicatrizes que dificultam o processo de contração e dilatação necessário para o funcionamento do coração.

Quanto maior o uso contínuo de drogas, mais o órgão cresce ao dilatar e perde a força - o que justificaria o dobro do tamanho do coração de Hawkins, o mesmo que aconteceu com o argentino Diego Maradona.

SINTOMAS

João Vicente da Silveira tranquiliza os leitores ao afirmar que é possível identificar alguns sinais do mau funcionamento do coração antes que o problema se torne fatal. “Quando o paciente tem essa doença, antes dele morrer, ele começa a sentir canseira, falta de ar, dor no peito, palpitação, batedeira… Que são sintomas que o coração demonstra que alguma coisa não está bem”.

No consultório médico, também é possível identificar a insuficiência cardíaca através de exames simples - como a ausculta cardíaca. Neles, o especialista identifica se a batida do coração está irregular, a pressão está baixa, as veias do pescoço estão túrgidas, o fígado está maior que o normal, as pernas apresentam edemas… entre outros.

O próprio Taylor Hawkins teria apresentado alguns desses sinais antes de falecer. A Secretaria Distrital de Saúde de Bogotá informou que o baterista se queixou de dores no peito antes de morrer no hotel  em que estava hospedado na capital colombiana. No entanto, já era tarde demais e o músico não respondeu às manobras de reanimação da equipe médica quando a ambulância chegou ao local.

NECRÓPSIA

Por fim, o médico destaca que é possível identificar o tamanho do coração do membro do Foo Fighters, assim como de outros pacientes, através da necropsia. “Nesse momento, o coração é retirado e medido. Essas medidas indicam quando os diâmetros e paredes do coração estão aumentados”.

Vale reforçar que a informação de que o coração de Taylor Hawkins apresentava o dobro do peso não foi confirmada pela banda. Em nota, a equipe se limitou a pedir que “sua privacidade seja tratada com o maior respeito neste momento inimaginavelmente difícil".

{# Taboola Newsroom #}