Crianças com medo de dentista? Veja 10 dicas para superar este problema

Veja os truques que ajudam a acabar com o medo de dentista dos pequenos

Da Redação Publicado segunda 12 outubro, 2020

Veja os truques que ajudam a acabar com o medo de dentista dos pequenos
O medo de visitar o dentista pode comprometer a saúde bucal das crianças - Michal Jarmoluk/ Pixabay

Ter um acompanhamento odontológico desde a infância ajuda na condução de tratamentos bucais, facilitando a identificação de possíveis problemas dentários. O que preocupa é a dificuldade que muitos pais encontram em levar os pequenos à consultas regulares, pois algumas crianças acabam desenvolvendo um medo inexplicável do consultório.

A preocupação é ainda maior com a falta do tratamento correto e de uma boa adaptação entre o odontopediatra e o paciente. Mas como fazer os pequenos entenderem que dentista não é sinônimo de dor?

AnaMaria Digital conversou com a dentista Simone César, especializada em odontopediatria pela Universidade de São Paulo (USP), e separou 10 dicas simples e fáceis para encorajar seus filhos a visitarem o consultório do dentista de forma mais tranquila. Confira!

1- NASCEU O PRIMEIRO DENTINHO? LEVE A CRIANÇA AO DENTISTA!
 
A especialista explica que um dos primeiros passos para que esse medo não exista é levar a criança o quanto antes ao dentista. Ou seja: após o nascimento do primeiro dentinho é o momento ideal. "Dessa forma a criança criará uma sensação de aproximação com o lugar que cuidará bem dela. Quando as crianças passam a frequentar o dentista mais velhas, podem já criar uma opinião devido ao que já escutaram em relação às consultas", aconselha.

2- EVITE FRASES NEGATIVAS
Falar apenas o necessário e evitar usar frases negativas é fundamental para evitar que as crianças fiquem com medo do dentista, principalmente se o contato for inicial. "Muitas vezes, o medo está na cabeça dela e, quando são usadas frases como: 'não vai doer', pode gerar um temor desnecessário", alerta a dentista. 

3- ROTINA EM FAMÍLIA
Os filhos costumam criar os mesmos hábitos que seus pais desde pequenos, justamente quando tem início a rotina de cuidados dentais. Como a criança geralmente copia o que os pais fazem, Simone sugere o uso de artifícios lúdicos durante a escovação, como contar uma história ou fazer uma brincadeira que envolva a escova e o creme dental.

4- BRINQUEDO NO CONSULTÓRIO? SIM!
Já pensou em escolher um dos personagens favoritos do seu filho, como um urso de pelúcia, por exemplo, e levar para a consulta? Dessa forma, o odontopediatra conseguirá examinar o brinquedo, passando segurança e confiança para a criança.

5- CUIDADO NECESSÁRIO
Você costuma levar seus filhos em suas consultas com o dentista? Então talvez seja hora de repensar isso, pois procedimentos como extração de dentes ou canal podem deixar a criança com medo.

6- NUNCA USE O DENTISTA COMO FORMA DE AMEAÇA OU RECOMPENSA
A especialista sugere que os pais não associem uma bronca com a ida ao dentista, pois isso pode contribuir (e muito) com o aumento do medo de visitar o profissional. "Nada de dizer: 'Se você não comer direito, vou te levar ao dentista' ou 'Se você se comportar bem na consulta hoje, vai ganhar um presente'. É importante que a criança entenda a importância da ida ao dentista, sem precisar receber algo em troca", afirma Simone. 

7- LEVE O IRMÃO!
Se o pequeno tiver um irmão(ã) mais velho, leve-o junto para a visita ao consultório. Quando o pequeno observar a maneira como o outro se comporta, ele perceberá que a ida ao dentista é algo de rotina e que não acontecerá nada de ruim.

8- SEM AMEAÇAS, POR FAVOR!
Não faça ameaças para a criança e nem comente que precisará tomar injeção se não se comportar. Todos os profissionais são capacitados para usar a melhor abordagem psicóloga de acordo com a necessidade de cada procedimento.

9- ESCOLHA UM PROFISSIONAL ESPECIALIZADO EM CRIANÇAS
Simone explica que além do cuidado do profissional com o paciente, é importante que o ambiente também possa fazer parte da imagem que a criança criará do dentista. Por isso, procure sempre opções que proporcionem uma experiência para os pequenos, e não só uma consulta.

10- FALE SEMPRE A VERDADE
Não há necessidade de mentir para as crianças sobre a ida ao consultório. Diga que é preciso ir ao dentista para cuidar dos dentinhos, com calma e sinceridade. 

Último acesso: 08 May 2021 - 19:30:21 (1120604).